Protestantismo, Protestantes

Protestantismo, Protestantes

Protestantismo é a denominação do conjunto de igrejas e doutrinas que se identificam com as teologias desenvolvidas no século XVI na Europa Ocidental, na tentativa de Reforma da Igreja Cristã Ocidental (Católica), por parte de um importante grupo de teólogos e clérigos, entre os que se destacam o monge agostiniano Martinho Lutero, de quem as igrejas luteranas tomam seu nome. Porém, a maior parte dos cristãos europeus (especialmente na Europa meridional) não concordavam com as tentativas de reforma, o que produziu uma separação entre as emergentes igrejas reformadas e uma reformulada Igreja Católica Apostólica Romana, que reafirmou explícitamente todas aquelas doutrinas rechaçadas pelo protestantismo (Concílio de Trento).

História do Protestantismo

Conflito com a Igreja de Roma no séc. XVI, negando o primado de Pedro e a autoridade papal. O termo designava de início apenas os ‘luteranos’, e nasceu do ‘protesto’ que os principais alemães, protetores do luteranismo, formularam contra a Dieta de Espira (19 de abril de 1529), convocada por Carlos V, em condenação à rebeldia do frade agostiniano.

Com a diversificação das igrejas reformadas, a palavra foi-lhes aplicada indistintamente, embora sob recusa de algumas delas, nomeadamente da anglicana. A progressiva diminuição do prestígio papal, fruto do cativeiro de Avignon, do nefasto Grande Cisma do Ocidente, das desavenças entre os pontífices e o concílio de Basiléia, de um lado, e do outro, a corrupção que grassava dentro do clero católico, não poupando a alta hierarquia nem mesmo as próprias ordens religiosas, deram motivação e êxito inesperado ao grito de ‘Reforma’. Esta, beneficiando-se com a recém-descoberta imprensa, que multiplicou e difundiu os escritos de Lutero, Calvino e Zwingli, expandiu-se por toda a Europa, sobretudo entre os povos anglo-germânicos e entre os do norte do continente.

O cabeça dessa revolução religiosa foi Martinho Lutero. Aos 31 de outubro de 1517, insurgindo-se contra a ordem papal de pregar as indulgências, afixou nas portas da igreja de Wittemberg suas 95 teses; em novembro de 1518, repelia a autoridade do papa e apelava para o concílio ecumênico; em julho de 1519, alcançava a Bíblia como fonte exclusiva da fé; em dezembro de 1520, apoiado pelos humanistas, pelos cavalheiros revolucionários e pelo príncipe eleitor da Saxônia, rompeu todos os laços com Roma, queimando em praça pública a bula pontifícia de excomunhão: já então, condenava o celibato clerical, os votos monásticos, a veneração às imagens dos santos, o purgatório e a celebração da missa.

Em conseqüência, dissolve-se a competência papal para governar a Igreja de Cristo e para ensinar ou definir qualquer dogma. E já que à Igreja falece autoridade e pureza para interpretar os textos da Bíblia, a cada crente compete, não uma liberdade onímoda, segundo os critérios individuais, o que conduziria ao ‘livre exame’, repelido com energia pelos chefes da Reforma, mas a da busca de comunicação de encontro pessoal com Deus. Corrompida intrinsecamente pelo pecado original, a razão humana é levada necessariamente ao erro; qualquer exegese pessoal da Escritura “não produzirá fé no coração dos homens, a menos que esteja selada pelo testemunho interior do Espírito Santo” – no ensinamento de Calvino.

Com a finalidade de evitar o inevitável desagregamento que adviria da falta de autoridade suprema, Lutero apelou para os consistórios, em que a administração civil substitui os bispos; já Calvino adotou regime mais democrático, cometendo a direção da Igreja ao ministério eclesiástico, como instituição do próprio Cristo.

Apesar de condenado teoricamente, o livre exame imperou na prática. O tempo, outrossim, haveria de gerar constante multiplicação de seitas confessionais. Proliferam hoje mais de 200 ramos protestantes.


A Vida de Lutero

Somente uma observaçao (Nota do autor do site)

Os protestantes dizem não Ter um representante maximo que eles seguem como nos catolicos temos o Papa, mas eles se ENGANAM pois até hoje tudo que lutero protestou contra a igreja é seguido e transmitido entre eles como por exemplo:

1-somente Ter fé vc já esta salvo em passar pelo julgamento, 2-a biblia como única fonte de fé, 3-a negaçao de mediadores entre os homens e Jesus, 4-negaçao da autoridade do Papa entre outros....

Pois sendo assim Lutero é o Papa dos protestantes, pois eles seguem o que Ele protestou e passam isso em suas seitas ate hoje...

so um detalhe Lutero representante maximo do protestantismo nunca foi exemplo de vida pois foi homicida e suicida, deve ser por isso que as seitas protestantes são a propria revolta e rebeldia, e como sabemos isso não agrada a Deus pois ate os anjos rebeldes cairam do ceu....como lucifer.

Isaias 01:05-06= Onde vos ferir ainda quando persistis na REBELIÃO? Toda a cabeça esta enferma e todo o coração abatido, desde as plantas dos pes ate o alto da cabeça, não há neles coisas Sãs.

Isaias 19:20= Se fosseis doceis e obedientes provareis o melhores frutos da terra mas se recusardes e vos REBELIARDES , provarei a espada , é a boca do Senhor que o declara.

Martinho Lutero nasceu em 10.11.1483, em Eisleben, Alemanha. Teve uma infância dura, sujeito em casa e na escola a uma disciplina severa. Em julho de 1505, entrou para o convento dos agostinianos de Erfurt. Em 1507, foi ordenado presbítero. Em 1510 ou 1511, passou algumas semanas em Roma, onde conheceu a vida da Cúria e a exuberância das devoções populares; na época, não chegou a impressionar-se muito com o que viu ali, nem isso abalou a sua fidelidade à Igreja. Foi nomeado professor de Sagrada Escritura em Wittenberg.

Foi nas Epístolas de São Paulo (especialmente aos Romanos e aos Gálatas) que encontrou a solução: pouco importava o que fizesse ou deixasse de fazer, o essencial era agarrar-se firmemente à fé confiante em Cristo Salvador. Baseava-se especialmente em Rom 1,17 e Gál 3,12.22, interpretados à luz dos escritos de Santo Agostinho, que sublinhara o a força do pecado sobre a natureza humana nos seus escritos contra o herege Pelágio.

Em 31.10.1517, afixou à porta da igreja de Wittenberg, conforme o costume das disputas acadêmicas do tempo, uma lista de 95 teses (em latim) que tratavam do primado do Papa (defendido por ele, na ocasião), das indulgências (cuja doutrina e cuja praxe atacava) e de temas conexos. Excomungado pela bula Exsurge, Domine, lançada contra ele pelo papa Leão X, o reformador queimou a bula em praça pública em 1520, rompendo definitivamente com a Igreja. Se as 95 teses tinham sido apenas um brado de revolta contra uns desvios muito reais na praxe administrativa eclesiástica do seu tempo, agora se tratava de uma revolução contra a Igreja católica e tudo o que ela representava.

A revolta espalhou-se rapidamente pela Alemanha e pelo estrangeiro, trazendo à tona todos os desvios doutrinais e ódios políticos que fermentavam havia tempo contra a Igreja e o imperador alemão, oficialmente católico. Encontrou ressonância fácil entre os príncipes da Alemanha - especialmente o príncipe-eleitor da Saxônia, Frederico o Sábio - que tinham antigos ressentimentos contra a Santa Sé por questões políticas. Também a pequena nobreza logo apoiou Lutero, porque da revolução religiosa esperava uma revolução social que satisfizesse os seus anseios. Em pouco tempo, o problema religioso pessoal de Lutero tinha-se tornado o problema da nação alemã.

Em 1521, houve uma reunião da Dieta em Worms, na qual Lutero não aceitou retratar-se das suas teses revolucionárias. Foi condenado à morte pela assembléia, mas autorizado a sair livremente das dependências do palácio em que se realizava a Dieta. Frederico o Sábio escondeu-o por dez meses no Castelo da Wartburg (maio 1521 a março de 1522), onde o reformador começou a tradução da Bíblia para o alemão, obra de linguagem magistral, que só completaria em 1534. No castelo, Lutero sofreu crises nervosas muito violentas, que considerava assaltos diabólicos.

Enquanto Lutero se conservava na Wartburg, a agitação crescia na Alemanha. Apareceu a corrente dos anabatistas, chefiados por Thomas Münzer, que interpretava ousadamente o pensamento de Lutero, negando o batismo às crianças (segundo diziam, o sacramento só seria eficaz em quem tivesse fé) e rebatizando os adultos, revivendo a velha idéia donatista de uma “Igreja de perfeitos”. Posto a par da confusão, Lutero deixou seu esconderijo e voltou a Wittenberg. Conseguiu, com o apoio do “braço secular”, restabelecer a ordem em Wittenberg, mas teve que enfrentar a revolta dos camponeses (1524-1525) que, esmagados por tributos, valiam-se da doutrina anabatista para proclamar a sua liberdade frente a todos os senhores civis e eclesiásticos. Lutero hesitou diante dessa insurreição, mas acabou optando por esmagar violentamente os revoltosos; Münzer foi decapitado. Essa atitude fez com que Lutero perdesse parte de sua popularidade; a sua nova “Igreja” não seria já a do povo, mas a dos príncipes e senhores feudais, enquanto os anabatistas, refugiados na Holanda e em outros países, ganhariam a adesão das classes mais humildes.

Os últimos anos de vida do reformador, casado com a ex-freira Catarina de Bora, foram angustiosos por diversos motivos: aos aborrecimentos e às decepções somavam-se os achaques corporais; via que a indisciplina e a busca de interesses particulares se alastravam nos territórios reformados. Passou a depositar as suas esperanças num próximo fim do mundo; em 1543, escreveu ansioso: “Vem, Senhor Jesus, vem... Os males ultrapassaram a medida. É preciso que tudo estoure. Amém”. Finalmente, morreu em 18.02.1546 na sua cidade natal, Eisleben.

Com o correr do tempo e das dissensões entre os partidários da reforma luterana, a doutrina da fé sem as obras se tornou o “evangelho” de Lutero e dos demais reformadores, que logo lhe associaram os outros princípios básicos do protestantismo: o de que somente a Bíblia é fonte de fé, e o de que não há sacerdócio ministerial transmitido através do sacramento da Ordem. Em conseqüência, Lutero também não reconhecia o caráter de sacrifício da Missa, que ficava reduzida a um memorial, à representação meramente simbólica do Santo Sacrífício do Calvário; não admitia a transubstanciação, mas apenas uma “certa presença” de Cristo na Eucaristia, para a qual cunhou o termo “empanação”; aboliu os conventos e a vida religiosa; negou o culto aos santos, sobretudo a Nossa Senhora, e os sufrágios pelas almas do purgatório. Quanto à remissão dos pecados cometidos depois do batismo, poderia obter-se pela confissão feita diretamente a Deus.

A Igreja luterana foi organizada sobretudo pelo seu discípulo Philip Melanchton (1497-1560). Em matéria doutrinal, segue os princípios que acabamos de expor. No começo, todas as funções de catequese, sustento do clero e das escolas de teologia etc., foram assumidas pelos príncipes seculares da Alemanha e, logo depois, também os da Dinamarca e da Suécia; a Igreja luterana foi, até a unificação alemã em 1870, uma Igreja de Estados nacionais. Neste século, as diversas igrejas particulares luteranas organizaram-se em cerca de uma dezena de Confederações e Ligas mundiais, que atuam de maneira independente e costumam ser governadas por sínodos de pastores. Não têm sacerdócio nem sacramentos válidos - com exceção do Batismo -, porque perderam a sucessão apostólica e consideram os sacramentos meros símbolos; o culto segue, no entanto, em grandes linhas, a missa católica, embora com mais ênfase na pregação e nos hinos litúrgicos. O luteranismo foi corroído em grande medida pelo modernismo, uma vez que essa corrente nasceu no seu seio.

Lutero, um homem perturbado

Lutero fala: “Estou firmemente persuadido de que os diabos estão instalados nas nuvens. Começa a chover? São eles que semeiam a chuva”.

Sempre o capeta, sempre....É inabalável, nesse sentido, a crença do reformador, e ele chega a ver demônios nos próprios animais:

Eu acredito que o diabo mora nos papagaios e nos periquitos, nos macacos e nas macacas, porque eles podem imitar muito bem os seres humanos”.

O teólogo rebelde tem idéias firmes:

...Eis um trecho de uma carta do Lutero, enviada a Johann Ruhel, conselheiro do conde de Mansfeld:

Os camponeses são ladrões e assassinos, é o diabo que tramou isto contra mim. Ainda bem! Se eles continuam [os camponeses], desposarei a minha Kate [Catarina]”.

Segundo o reformador, “nenhum diabo ficou no inferno, passaram-se todos para os corpos dos camponeses”.

Com o fim da guerra dos camponeses, Lutero contraiu matrimônio – e aqui vai a sua própria confissão – para “fazer a vontade do seu pai, irritar o Papa e afligir o diabo”.

Segundo Lutero, na hora do seu casamento, os Anjos sorriam e os demônios choravam...Não teria sido o contrário?

Parece que o reformador, no ano de 1532, falou muito sobre o diabo. Analisem, por exemplo, uma informação absurda, emitida pela sua boca no mês de outubro:

- O diabo dizia ao Papa São Pedro: “Tu te chamas pedra e, oh maravilha, tens cabelos crespos e um pensamento crespo, eis o que é pior!”.

Lutero estava com juízo perfeito, quando soltou esta loucura? Quais são as fonte de tais informações? Elas merecem crédito? Sim, pois tudo isto foi extraído dos Tischreden, das conversas do reformador, apanhadas pelos seus amigos. Esses Tischreden também são chamados de Table-talk, Propôs de table, Ditos de mesa, palestras à mesa, Colloquia mensalia.

Uma primeira compilação dessas frases de Lutero, colhida no decorrer das conversas, foi lançada em Eisleben, no ano de 1566, por Johann Aurifaber, que esteve ao lado do reformador nos últimos tempos de sua vida.

Com o fluir dos anos, os Tischreden se enriqueceram. Na edição de Forstesmann e Bindseil, distribuída entre 1844, o texto já se compõe de quatro volumes. Constitui uma seção à parte, formada de seis grandes volumes in-folio, na edição crítica dos escritos de Lutero, publicados em Weimar, entre 1912 e 1921, por Ernest Kroner. Apareceu, no ano de 1930, uma exelente coletânea dos Tischreden, devido a iniciativa de Otto Clemens.

O valor dessa obra, como elemento de asnálise da personalidade de Lutero, foi salientado numa frase incisiva, na página 810 do volume V do Larrousse du XX siècle:

Nenhum livro é mais próprio para fornecer uma idéia tão completa do que era Lutero na intimidade”.

Isto explica por que Michelet, um dos maiores historiadores da França, socorrendo-se do Propos de table, escreveu as Memoires de Luther, publicadas em dois volumes no ano de 1837.

A importância fundamental das conversações de Lutero foi assinalada por T.F.Aubier, Charles Gidel, Fréderic Lollié, Roger Pitrou, Jared Wicks, Loius-Gustave Vapereau, e inclusive por historiadores protestantes, como Vicente Themudo Lessa, Funck-Brentano e Jacques-Noel Pères. O primeiro não se esqueceu de frisar: certos momentos essenciais da vida interior de Lutero permaneceriam obscuros, se não existisse esta obra. Ela é básica, informa Charles Gidel – um autor premiado duas vezes pela Academia Francesa - ,no que tange aos segredos da existência particular do reformador, às suas “extravagâncias”, às suas “prostrações” intermitentes, às suas qualidades e defeitos. Jared Wicks, por seu turno, professor de teologia fundamental na Universidade Gregoriana de Roma, numa entrevista sobre Lutero, publicada no número três da Cittá di Vita, de 1983, não vacilou no seu julgamento:

- Notáveis são também os Tischreden (Palestras à mesa)

O "Pastor" protestante Vicente Themudo Lessa, professor de Teologia e história eclesiástica, no capítulo 48 da sua biografia de Lutero, enumera alguns registradores das palestras do Ex-monge agostiniano; Dietrich, Lauterbach, Matésio, Aurifaben, Conrado Cordato. E no seu artigo “Educar para a vida”, inserido no número doze de O Correio da Unesco, de dezembro de 1983, outro "pastor" protestante, o citado Jacques-Noel Peres, membro na França da Igreja Evangélica Luterana e presidente do Centro Cultural Luterano de Paris, ao evocar a formação cultural do reformador, citou os Tischreden, isto é, admitiu o valor desta obra como fonte de consulta.

Um excelente motivo levou a enfatizar esse valor das palestras à mesa: nelas podemos encontrar a maior parte dos textos relativos à obsessão de Lutero pelo diabo. Sob tal aspecto, constituem um documentário muito rico. Daí é possível deduzir que se alguém quiser negar a referida obsessão, terá de também negar a autenticidade dos Tischreden...

Lutero continua a ver o Diabo em toda parte: Com muita frequência no período de 1531 a 1534. O espírito das trevas sempre foi citado por Lutero. Se isto era um hábito do reformador, era também mania. E se no seu caso era mania, era também obsessão.

Lutero: Frade Apóstata, Sensual e Orgulhoso

Este texto é dedicado, in memorian, ao saudoso Mestre da Companhia de Jesus: Pe. Leonel Franca. Vamos, com Pe. Franca – por meio de um clássico da apologética católica brasileira – delinear alguns traços do perfil, deste que foi o herege-mor dos tempos modernos. Trata-se do Pai da nefasta Reforma Protestante. Veremos, no decorrer das citações, apresentar-se diante de nós um homem injurioso e devasso.

Aos amigos e colegas protestantes, poderá ser doloroso, contudo, como diz o próprio Pe. Franca, neste tratado exaustivo e marcante, advertindo à família protestante: “Verdades que amargam são muitas vezes verdades que salvam.” (Leonel Franca. A Igreja, a Reforma e a Civilização. p. 178).

Todas as citações, podem ser encontradas, na seguinte obra:

FRANCA, Leonel. A Igreja, a Reforma e a Civilização. Rio de Janeiro: Agir, 1958. pp. 175 a 208. (A tradução, a partir dos originais, é do próprio autor).

Sobre a Liberdade Religiosa

O epíteto, dado a Lutero, de “príncipe da liberdade religiosa”, é – no mínimo – bastante controverso. Vejamos o que este Frade apóstata tem a nos dizer sobre a tolerância. Confiramos, pois, como este, que outrora criticava o catolicismo, de atribuir poderes divinos aos homens, se comporta ele mesmo:

Quem não crê como eu é destinado ao inferno. Minha doutrina e a doutrina de Deus são a mesma. Meu juízo é o juízo de Deus.” (Weimar, X, 2 Abt, 107).

Tenho certeza que meus dogmas vêm do céu (...) eles hão de prevalecer e o Papa há de cair a despeito de todas as portas de inferno, a despeito de todos os poderes dos ares, da terra e do mar.” (Weimar, X, 2 Abt., 184).

Muito embora a Igreja, Agostinho e outros doutores, Pedro e Apolo e até um anjo do céu ensinem o contrário, minha doutrina é tal que só ela engrandece a graça e a glória de Deus e condena a justiça de todos os homens na sua sabedoria.” (Weimar, XI, 1 Abt., 132)

Não devemos ceder aos ímpios papistas (...) Nossa soberba contra o Papa é necessária (...) Não havemos de ceder nem a todos os anjos do céu, nem a Pedro, nem a Paulo, nem a cem imperadores, nem a mil Papas, nem a todo mundo (...) a ninguém, cedo nulli.” (Weimar, XV, 1 Abt., 180).

O Seu Ódio por Roma

A respeito da Igreja, que “tanto amava”, dizia, em 1520, o pai da Reforma: “(...) uma licenciosa espelunca de ladrões, o mais impudente dos lupanares, o reino do pecado, da morte e do inferno.” (De Wette. I, 522, 500: Weimar. VII, 44).

Numa controvérsia a respeito do sacramento da Eucaristia, na qual se tergiversava sobre a pertinência, ou não, de se recebê-la nas duas espécies – pão e vinho – declara Lutero, de forma pertinaz: “Se um Concílio ordenasse ou permitisse as duas espécies, por despeito do Concílio, nós só receberíamos uma, ou mesmo, nem uma nem outra e anatematizaríamos os que, em virtude desta ordenação, recebessem as duas.” (Lutero. Fórmula da Missa. in: Bossuet. Hist. des Variations. 1. 2, n. 10).

A respeito da divergência, no que toca ao celibato para o Clero, Lutero deixa absolutamente claro que, mais do que propor uma doutrina positiva, ele se congratulava simplesmente em negar e contradizer, obstinadamente, os ensinamentos da Igreja:

Se acontecesse que um, dois, mil ou mais concílios decidissem que os eclesiásticos pudessem contrair matrimônio, preferiria, confiando na graça de Deus, perdoar a quem, por toda a vida, tivesse uma, duas ou três meretrizes, do que aquele que, consoante à decisão conciliar, tomasse mulher legítima e sem tal decisão não pudesse a tomar.” (Weimar. XII, 237).

Da mesma baixeza, “(...) enquanto eles (os papistas), a seu juízo, triunfam de um heresia minha, quero propor outra.” (Weimar. VI, 501).

Os Vícios de Lutero

A respeito disso, diz Melanchthon: “Lutero era um homem extremamente leviano e as freiras que lhe armavam os laços com grande astúcia acabaram por envisgá-lo. O freqüente comércio com elas teria talvez efeminado um homem mais forte e de mais nobres sentimentos e ateado o incêndio.” (Melanchthon. Brief an Camerarius über Luthers Heirat vom 16 Junii 1525. in: von P. A. Kirch, Mains, 1900. p. 8, 11).

Em 1534, escrevia à sua Catarina, a respeito de vinho, mulher e cerveja: “Ontem aqui bebi mal e depois fui obrigado a cantar; bebi mal e sinto-o muito. Como quisera haver bebido bem aos pensar que o bom vinho e que boa cerveja tenho em casa, e mais uma bela mulher... Bem farias em mandar-me daí toda a adega bem provida do meu vinho e, o mais freqüentemente que puderes, um barril de tua cerveja.” (De Wette. IV, 553).

Diz ainda, em 14 de maio de 1541, quando se encontrava em Wartburgo: “Aqui passo todo dia no ócio e na embriaguez.” (De Wette. IV, 553).

Jerônimo Weller, discípulo de Lutero, pedia-lhe, certa feita, uma direção espiritual, pois se via, freqüentemente, assaltado por crises de melancolia. O “piedoso” ex-monge Martinho, assim lhe aconselhava:

Quando te vexar o diabo com estes pensamentos, palestra com os amigos, joga, brinca ou ocupa-te em alguma coisa. De quando em quando se deve bem com mais abundância, jogar, divertir-se e mesmo fazer algum pecado em ódio e acinte ao diabo para lhe não darmos azo de perturbar a consciência com ninharias (...) Quanto te disser o diabo: não bebas, responde-lhe: por isso mesmo que me proíbes hei de beber e em nome de J.C beberei mais copiosamente (...) Por que pensas que eu bebo, assim, com mais largueza, cavaqueio com mais liberdade e banqueteio-me com mais freqüência, senão para vexar e ridicularizar o demônio que me quer vexar e ridicularizar a mim? Todo decálogo se nos deve apagar dos olhos e da alma, a nós perseguidos e molestados pelo diabo.” (De Wette. IV, 188).

Fomentação da Violência Contra o Clero Católico

Se eles (O clero) pelo sacerdócio não nos podem mostrar senão a tonsura, a unção e a veste talar, nós os deixaremos gloriarem-se nestas imundícies porque sabemos que facilmente pode tosar-se uma porca ou um tronco, ungi-lo com uma sotaina.” (Weimar. XII, 189).

Vale a pena, trazer a baila, passagem análoga, em João Calvino: “Salve tridenticolas (Referindo-se aos Padres Conciliares, reunidos em Trento), soldados de Netuno, ignorantes, estúpidos, asnos, porcos, bestas, legados do Anticristo, ventres ociosos, cadáveres pútricos, padres cornudos, monstros pestilenciais, padres auritos, filhos da fé romana, isto é, da grande prostituta”. (Audin. Histoire de la Vie de Calvin. Paris, 1841, II. p. 376).

Ainda, outro historiador, a comentar sobre o estilo de Lutero: “É infelizmente inegável e manifesto que ninguém, tratando da fé e de assuntos graves e importantes escreveu de modo tão áspero, tão rude, inconveniente, e contrário à moderação e bons costumes cristãos como Lutero.” (Doellinger. Die Reformation. III, 263).

Como Moisés destruiu e pulverizou o bezerro de ouro, assim devemos nós fazer, com o Papado, até reduzi-lo a cinzas.” (Weimar. XXVIII, 762).

Os religiosos não são dignos de se chamarem homens, nem mesmo deveriam chamar-se porcos.” (Erl. XLVII, 37).

A mim me parece que, a continuar esta fúria dos romanistas, já não nos resta outro remédio senão que imperador, reis e príncipes, com armas e violência, assaltem esta peste do mundo e dirimam a questão não com palavras mas com o ferro (...) Se punimos os ladrões com a forca, os bandidos com a espada, os hereges com o fogo, porque não havemos de agredir com as armas estes mestres de perdição, estes cardeais, estes papas, toda esta sentina da Sodoma romana, porque não havemos de lavar as nossas mãos no seu sangue?” (Weimar. VI, 347).

No seu leito de morte, deixou para os seus, o heresiarca impenitente, a seguinte herança: “Deus vos encha de suas bênçãos e de ódio ao Papa.” (Grisar. Luther. II, 361).

Lutero: O Mentiroso

Em 1520, o senhor Martinho Lutero, já dizia, com todas as letras: “Para enganar e subverter o papado julgamos que tudo nos é lícito.” (De Wette. I, 478).

Denifle, ajuíza a respeito de Lutero: “Em Lutero não encontramos um homem que de modo algum mereça o nome de reformador, mas um agitador, um revolucionário para o qual não havia sofisma por mais ousado, malícia por mais astuta, mentira por mais grave, calúnia por mais atrevida, de que se não servisse para justificar a sua apostasia da Igreja e dos princípios que, no passado, haviam sido seus.” (Denifle. Luther und Luthertum. I, 2, 298).

Os testemunhos, a respeito de Lutero, colhidos a seguir, e muitos outros, poderão ser encontrados em: Grisar. Luther. II, 452 ss.

O luterano Jerônimo Pappus: “Lutero, em caluniar não tem igual.”

Francisco Arnoldi, comentando sobre os escritos do frade cismático: “Há neles tantas mentiras, quantas palavras.”

João Deirtemberger: “É o mais mentiroso de quantos homens vivem debaixo dos céus.”

Paulo Bachmann: “As mentiras de Lutero excedem em grandeza ao monte Olimpo.”

Jorge, Duque da Saxônia, a respeito de Lutero, declara: “Até aqui não nos havia ensinado a Sagrada Escritura que Cristo houve escolhido para o apostolado e a pregação do seu Evangelho, mentiroso tão de profissão e tão impudente.”

A nosso ver, estamos diante de um homem: torpe, rude, impudico, e de costumes depravados. Capaz das maiores perfídias, para dar cabo de seus auspícios não menos asquerosos.


Conheça melhor o livro Conversas a Mesa sobre Lutero

Quero dar uma palavra sobre os famosos "tischreden", as conhecidas palestras particulares de Lutero.

Em tal sentido, cuidando da existência dos "tischreden", das famosas conversas do reformador, esclarece o conhecido escritor paulista Fernando Jorge que foram elas colhidas pelos seus amigos.

Esses escritos são também, chamados de Table-talk, Propos de table, Ditos de mesa, Palestras à mesa e Colloquia mensalia. Diz Fernando Jorge:

"Uma das primeiras compilações dessas frases de Lutero, colhidas no decorrer das conversas, foi lançada em Eisleben, no ano de 1566, por Johann Aurifeber, que esteve ao lado do reformador nos últimos tempos de sua vida. Com o fluir dos anos, os tischereden se enriqueceram. Na edição de Forstesmann e Bindseil, distribuida entre 1844 e 1848, o texto já se compõe de quatro volumes. Constitui uma seção à parte, formada de seis grandes volumes in-folio, na edição crítica dos escritos de Lutero, publicados em Weimar, entre 1912 e 1921, por Ernst Krone. Apareceu, no ano de 1930, uma excelente coletânea dos Tischreden, devido a iniciativa de Otto Clemens. O valor dessa obra, como elemento de análise da personalidade de Lutero, foi salientado numa frase incisiva, na página 810 do volume V do Larousse du XX siècle: Nenhum livro é mais próprio para fornecer uma idéia tão completa do que era Lutero na intimidade."

Isto explica por que Michelet, um dos maiores historiadores da França socorrendo-se do Propos de table, escreveu as Memoires de Luther, publicadas em dois volumes no ano de 1837.

A importância fundamental das conversações do reformador foi assinalada por T.F.Aubier, Charles Gidel, Fréderic Lollié, Roger Pitrou, Jared Wicks, Louis-Gustave Vapereau, e inclusive por historiadores protestantes, como Vicente Themudo Lessa, Funck-Bretano e Jacques-Noël Pères.

O primeiro não se esqueceu de frisar: "Certos momentos essenciais da vida interior de Lutero permaneceriam obscuros, se não existisse esta obra. Ele é básica" - informa Charles Gidel - um autor premiado duas vezes pela Academia Francesa - , no que tange aos segredos da existência particular do reformador, às sua "extravagâncias". Às suas "prostrações intermitentes", às suas qualidades e defeitos.

Na opinião de Roger Pitrou, professor honorário da Faculdade de Letras de Bordéus, os Tischreden são uma "curiosa mescla de azedume e de bom senso". Jared Wicks, por seu turno, professor de teologia fundamental na Universidade Gregoriana de Roma, numa entrevista sobre Lutero, publicada no número três da Cittá di Vita, de 1983, não vacilou no seu julgamento:

- Notáveis são também os Tischreden ("Palestras à mesa").

O Pastor protestante Vicente Themudo Lessa, professor de teologia e história eclesiástica, no capítulo 48 da sua biografia de Lutero, enumera alguns registradores das palestras do ex-monge agostiniano. Dietrich, Lauterbach, Matésio, Aurifaben, Conrado Cordato.

E no seu artigo "Educar para a vida", inserido no número doze de O Correio da Unesco, de dezembro de 1983, outro pastor protestante, o citado Jacques-Nöel Pères, membro na França da Igreja Evangélica Luterana e Presidente do Centro Cultural Luterano de Paris, ao evocar a formação cultural do reformador, citou os Tischreden, isto é, "admitiu o valor desta obra como fonte de consulta." (Lutero e a Igreja do Pecado, Editora Mercuryo, 1992,São Paulo, páginas 172 e 173)

A obra de Fernando Jorge que menciono não deve ser dificil de encontrar em livrarias ou sebos, mesmo porque o autor ainda está vivo. Dias atrás assisti uma entrevista sua.

Nota do autor do site:

O Livro citado Conversas a Mesa que fala sobre Lutero é a mesma citada nos dois artigos deste site, as blasfemias de Lutero e as blasfemias de Lutero 2. Para quem se interessa adquirir este livro passo aqui seu raio x:

Funk Brentano,Conversas a Mesa Martim Lutero, Casa Editora Vecchi - 1956 - R.J.- Propos de Tables - no. 1472, ed. De Weimar II.107

Muitos protestantes acham que este é um livro catolico feito para atacar o do protestantismo, mais como já sabemos é escrito por seguidores de Lutero que o conheciam intimamente, anotando todos seus discursos pessoais e neste artigo revela também que pastores protestantes dão como boa fonte de pesquisa sobre Lutero.

Assim sendo é bom pensarmos bem mesmo sobre a idoneidade deste Lutero tão seguido pelos protestantes.


As blasfemias de Lutero

Lutero disse realmente muitas blasfêmias sobre Cristo. Em suas "Conversas à Mesa" [Tischreden, em alemão] -- que eram anotadas por seus admiradores e que foram editadas em forma de livro, Lutero dizia as piores coisas sobre Deus e Cristo. Passo-lhe o texto de Lutero tal qual foi publicado no livro dele "Conversas à Mesa" (perdoe-me citar essa blasfêmia, mas é para que se conheça quem foi Lutero):

"Cristo Adúltero. Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: "Que fez, então, com ela?" Depois, com Madalena,depois, com a mulher adútera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer" (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).

Noutra ocasião, Lutero blasfemou contra Deus, ao dizer que Deus age como louco ou como muito tolo: "Deus est stultissimus"( Lutero, Conversas à Mesa, ed Weimar, N* 963, Vol. I , p. 487. Apud Franz Funck Brentano op. cit. p. 147).

Doutra vez, ao falar Lutero do destino, ele culpava Deus por todos os crimes, e dizia que Judas não podia deixar de trair Cristo, nem Adão tinha liberdade para não pecar. Considerando que era Deus que determinava os pecadores a pecar, Lutero concluia dizendo "Deus age sempre como um louco" (Franz Funck Brentano, Martim Lutero, p. 111).

Recentemente foram descobertos os cadernos pessoais de Lutero. Eles foram estudados pelo Padre Theobald Beer que publicou um livro sobre eles. Nesse cadernos, Lutero afirma que Cristo é, ao mesmo tempo, Deus e o diabo, o bem e o mal. Ora, isso caracteriza Lutero tipicamente como dualista gnóstico, e explica todas as suas doutrinas mais delirantes.

Pergunto como os protestantes seguem Lutero, apesar dessas loucuras e blasfêmias. Respondo-lhe dizendo que, em geral, os protestantes comuns desconhecem os escritos de Lutero.

Os poucos Pastores que se dão ao trabalho de ler os escritos do heresiarca fundador do protestantismo procuram ocultar tais frases do seu primeiro mestre.Por isso, quando conheço algum protestante, procuro sempre recomendar que ele leia o que escreveu Lutero. Isso muitas vezes faz com que eles abram os olhos sobre a maldade do fundador do protestantismo.

Mais Blasfemias:

Este ensinamento cabalístico e gnóstico é que transpareceu no pensamento de Lutero, quando o fundador do Protestantismo escreveu: "Moisés é um homem péssimo, servo do Deus do mal". (Lutero Tischredden -- "Conversas à Mesa" , n* apud Franz Funck Brentano, Martinho Lutero, ed. p. )

Ou ainda: "Todos os mandamentos devem ser abolidos. São mandamentos de Satanás" (Lutero Tischredden, -- Conversas à Mesa, apud F. F. Brentano, op cit. p. ). Se você quiser mais algumas afirmações de Lutero contra toda a moral, veja mais estas: "A lei não pode dar senão a morte. Ela não é boa nem útil, mas simplesmente nociva. No seu fundo, ela não é senão morte e veneno" (Dictionnaire de Théologie Catholique, "Luther", p. 1242).

"Quanto a Moisés, tende-o por suspeito, como o pior dos heréticos, um homem excomungado e danado, que é pior ainda que o próprio diabo; é o inimigo do Senhor Jesus Cristo" (Rohrbacher, Histoire Universelle de l'Église Catholique, tome XII, 4eme ed, Gaume Freres et J. Duprey Ed., Paris, 1866, pag. 147).

"Não aceitamos Moisés, ele só é bom para os judeus; não nos foi enviado por Deus" (Propos de Table no. 356, Funk Brentano, Lutero, pág. 190).

"Se te falam de Moisés para te constranger a aceitar-lhe os mandamentos, responde-lhes atrevidamente: Vai falar de teu Moisés aos judeus! Não sou judeu, deixe-me em paz!" (F.Brentano, pág. 190).


As Blasfemias de Lutero 2

Nota do autor do site:

É incrível como cada vez mais aparecem frases de Martinho de Lutero que mostram como este era um homem muito contraditório e como proclamava e pregava doutrinas anti-cristãs e vivia o pecado como algo normal em sua vida. Talvez era isso mesmo que ele procurava, viver a vida sem se preocupar em santificar e inventando a Solla Fide ou seja a salvacao somente pela fé, tornou sua vida ociosa direito aos olhos de Deus.

Num artigo anterior encontrei escritos por seguidores de Lutero que se transformou num livro chamado conversas a mesa, um livro que contrariando muitos evangelicos, é um livro realmente protestante, escrito por seguidores de Lutero que anotavam suas frases em conversas a mesa de bares e agora atraves do irmao Augusto Cesar vejo mais frases que dificilmente um protestante poderia imaginar dito por este que é considerado o autor da revoluçao cristã e como um representante maximo do protestantismo.

Bem, sem mais delongas vamos entao ver estas frases tao chocantes.

Eu estou, da manhã à noite, desocupado e bêbado. Você me pergunta por que eu bebo tanto, por que eu falo tão galhardamente e por que eu como tão freqüentemente? É para pregar uma peça ao diabo que se pôs a me atormentar”. É bebendo, comendo, rindo, nessa situação, e cada vez mais,e até mesmo cometendo algum pecado, à guisa de desafio e desprezo por Satanás, procurando tirar os pensamentos sugeridos pelo diabo com o auxílio de outros pensamentos, como, por exemplo, pensando numa linda moça, na avareza ou na embriaguês, caso contrário ficarei muito raivoso.” (Lutero). (Marie Carré, J'ai choisi l'unité - D.P.F., 1973, apud Lex Orandi: La Nouvelle Messe et la Foi, Daniel Raffard de Brienne 1983).

Eu tive até três esposas ao mesmo tempo.” (Lutero). (Dois meses após ter dito isto, Lutero se casa com uma quarta mulher,uma freira). (Guy Le Rumeur, La révolte des hommes et l’heure de Marie 1981, apud Lex Orandi: La Nouvelle Messe et la Foi - Daniel Raffard de Brienne 1983).

Sobre a Igreja:

Se nós condenamos os ladrões à forca, os assaltantes ao cadafalso, os hereges à fogueira, por que não recorremos, com todas as nossas armas, contra esses doutores da perdição, esses cardeais, esses papas, toda essa seqüela da Sodoma romana, que não para de corromper a Igreja de Deus? Por que não lavamos nossas mãos no seu sangue?” (Lutero). (Hartmann Grisar, Martin Luther - La vie et son oeuvre - 2ª ed. - Ed. P . Lethielleuz - Paris -1931).

Sobre Deus:

Certamente Deus é grande e poderoso, e bom e misericordioso, e tudo quanto se pode imaginar nesse sentido, mas é estúpido” (Lutero). (Id. Propos de Tables - no. 963, ed. De Weimar, I , 487).

Sobre Nosso Senhor Jesus Cristo:

Pensais, sem dúvida que o beberrão Cristo, tendo bebido demais na última Ceia, aturdiu os discípulos com vã tagarelice?” (Lutero). (Funk Brentano, Conversas a mesa Martim Lutero, Casa Editora Vecchi - 1956 - pg. 135)


As Blasfêmias de Lutero 3

Veja só que absurdo as frases citadas por Matinho Lutero:

"Quem não crê como eu é destinado ao inferno. Minha doutrina e a doutrina de Deus são a mesma coisa. Meu juízo é o juízo de Deus" (Weimar, X, 2, Abt., 107)"

"Sim, eu digo: todas as casas de tolerância, que entretanto Deus condenou severamente, todos os homicídios, mortes, roubos e adultérios, são menos prejudiciais que a abominação da missa papista." (Werke, t. XV, 773-774)"

Eis um pequeno trecho da biografia de Lutero., escrita pelo protestante Franz Funck-Brentano., em que transparecem os pontos essenciais da "concepção de mundo" do reformador:

"(...) Tendo sido censurado pelo doutor Jonas, por ter insultado Deus em seu salmo 'Quore fremuerunt gentes' Lutero. responde: - "Certamente, mas qual o profeta que não insultou a Deus?"

Em outro dia disse Lutero: - "Se Deus não me perdoasse os pecados, eu os jogaria pela janela".

De resto, se Deus encheu de mal o mundo, se quis fazer o mundo infeliz, foi para que aspirássemos à vida futura. (...) É verdade, diz Lutero., que seria quase lamentável que nós fizéssemos tudo o que Deus ordena, pois Deus faria isso por sua divindade; tornar-se-ia um mentiroso e não poderia manter-se no posto". A palavra de São Paulo aos romanos seria atirada na lama, quando diz: "Deus tudo ordenou sobre o pecado, a fim de que pudesse ter piedade de nós". O Padre-Nosso não ser.viria de nada, nem o Credo; a fé, a remissão dos pecados tornar-se-iam inúteis, supérfluas".

"Ah! mas eis que tudo vai bem! Pequemos no interesse de Deus".

"Deus está presente em todas as criaturas, na menor folha, na menor parcela de graveto". Argumento inesperado nos lábios de Lutero. a favor desse panteísmo. que excitava Calvino.; essa grande doutrina panteísta, a de Plotino., de Giordano Bruno., de Miguel. Servet., de Spinoza., de Retif de la Bretonne., de Goethe. e de Hegel., que se encontraram na mesma forma de conceber o mundo, sem se terem combinado nem influenciado uns e outros. (...) Arrebatado por esse declive, nosso doutor Martinho (sic) rola em enormidades, ousaríamos dizer, numa depravação intelectual que não foi ainda revelada, ao que parece, por nenhum de seus inúmeros biógrafos.(...) Jesus Cristo amante da Samaritana, de Madalena, da mulher adúltera!

Livres-pensadores, ateus, a quem citamos a passagem, assombraram-se. O doutor Martinho, fez comentários tão graves, que seria para julgar que estava bêbado, quando se expandiu em semelhantes afirmações; mas não podemos admitir isso, pois, ao menos nesse dia, seus fiéis discípulo teriam evitado recolher-lhe piedosamente as palavras. (...)" .

O orgulho - Leva ao ódio a toda superioridade, e, pois, à afirmação de que a desigualdade. é em si mesma, em todos os planos, inclusive e principalmente nos planos metafísico e religioso, um mal.

A sensualidade - De si, tende a derrubar todas as barreiras. Ela não aceita freios e leva à revolta contra toda autoridade e toda lei, seja divina ou humana, eclesiástica ou civil. É o aspecto liberal da Revolução.

Em conseqüência da revolta luterana, na Turíngia (Alemanha.), surgiu a figura do frade apóstata Thomaz Münzer. (1489 - 1525). Imbuído do espírito revolucionário dos "reformadores", levou às últimas conseqüências, no campo político-social, os princípios religiosos espalhados pelo protestantismo.A pregação de Münzer logo se transformou em sangrenta revolução social. Foi assim que eclodiu a chamada 'guerra dos camponeses.', narrada a seguir por Funck-Brentano.:

"(...) Pregadores reformados, ou que tal se diziam, percorriam cidades e burgos, províncias e aldeias, uma Bíblia na mão, explicando que os livros santos condenavam os dízimos e todos os impostos... (...) E eis que simples leigos, homens do campo, carvoeiros, batedores de granjas, se punham também a pregar o evangelho, com comentários à sua maneira. Não assegurava Lutero. que todo cristão era sacerdote, pelo próprio batismo, e apto a doutrinar? (...) Padres e nobres eram degolados ou torturados da maneira mais cruel. (...) Os acontecimentos se precipitavam: não se tratava mais de dissertações acadêmicas, nem mesmo evangélicas. Tomás Münzer, padre católico ["convertido"] à Reforma., pusera-se à testa dos revoltados na Turíngia e falava em altos brados: 'Queridos irmãos, combatei o combate do Senhor! O magnata quer fazer seu jogo: a última hora dos malvados soou. (...) 'Sus! sus! sus! Que o alfange, tinto de sangue, não tenha tempo de esfriar. Batei na bigorna: pink! ponk! matai tudo!' (...)

Nota do autor do site:

Em síntese, o fato ocorrido com os anabatistas e Lutero é uma prova do que a divisão pode causar quando acompanhada da doutrina protestante do livre exame. Veja alguns fatos deste ocorrido:

Enquanto Lutero se conservava em 1534 em Wartburg, a agitação crescia na alemanha. Apareceu a corrente dos anabatistas, que interpretavam ousadamente o pensamento de Lutero, negando o batismo de crianças e batizando de novo os adultos,preconizavam uma "igreja de santos", difundiram-se idéias novas entre os Anabatistas: falou-se de "Revolução Pacífica" e isso foi a espera passiva da segunda vinda de Cristo. Mas, em determinadas seitas, essas idéias associaram-se a apelos e atos de violência que deveriam purificar o mundo dos "infiéis" antes da chegada do Messias. Em 1534, um grupo de Anabatistas apoderaram-se do governo da cidade episcopal de Munster, na Vestfália, tornando-a uma Nova Jerusalém onde foram postas em prática todas as fantasias acumuladas do setor lunático do movimento. As propriedades foram confiscadas e introduziu-se a poligamia.

Posto a par da situação Lutero voltou a Wittenberg. Conseguiu o apoio do braço secular, restabelecer a ordem em Wittenberg. Mas teve de enfrentar a revolta dos camponeses (1524-25) que esmagados por tributos valiam-se da proclamação da liberdade frente aos senhores civis e eclesiásticas. Tomás Munzer chefe dos anabatistas, incitava os camponeses a revolta. Lutero optou pela sufocação violenta dos revoltosos e Tomas Munzer foi decaptado.

Lutero em 1525 escreve aos nobres : "Matem quantos camponeses puderem: Tomem, pegue, degolem quem puder. Feliz serão se morrermos unidos e morrer em obediência a Palavra Divina." Nesta época mais de 100.000 lavradores camponeses pereceram.


As 95 teses de Lutero

Algumas das proposições de Lutero se ressentem de falso conceito de indulgências: o reformador as entendia como aquisição material de uma bula papal donde resultaria o perdão dos pecados; não levava em conta o conceito correto de indulgências, que exigia o arrependimento e a confissão dos pecados; não se vendia o perdão dos pecados; ver o artigo sobre indulgências. Ao escrever suas teses, Lutero já havia concebido sua noção de justificação pela fé e de penitência cristã, noção incompatível com a da Teologia clássica. Quem lê as 95 teses, pode ter a impressão de que foram lançadas sem muita ordem nem encadeamento de idéias; vão sendo propostas às vezes em tom passional, às vezes em vestes de humildade; estão sujeitas a repetições e imprecisões. O que têm de válido, é a preocupação, presente em quase todas as teses, com a necessidade de compunção interior mais do que de obras exteriores; infelizmente, porém, o estilo extremado e temperamental das teses leva a exageros impróprios a um teólogo. O fato, porém, é que se tornaram o ponto de partida público de uma ruptura que foi crescendo até a consumação do cisma em 1521.

Conclusão

O cisma perdura até nossos dias; é a conseqüência de um problema pessoal, problema de uma personalidade fogosa e temperamental (há quem seja mais severo), que projetou o problema e sua falsa solução no mundo de sua época. A nação alemã aproveitou-se da rebeldia de Lutero para desabafar suas tendências anti-romanas, que haviam caracterizado a política dos Imperadores germânicos durante a Idade Média. O ambiente predisposto pela política contra Roma favoreceu o cisma de Lutero, que tem sido visto pelos alemães não somente como figura religiosa, mas também - e muito - como porta-voz das reivindicações da nação germânica do século XVI. Atualmente verifica-se que as circunstâncias que levaram ao cisma, estão ultrapassadas; donde se pode crer que a dissidência luterana poderá ser superada, de algum modo, em favor de fraterna reaproximação. A doutrina luterana é, como dito, a expressão de um problema pessoal de Lutero apavorado, problema que o reformador resolveu a seu modo, tranqüilizando-se por uma re-leitura tendenciosa das epístolas de São Paulo. Tal solução foi lançada ao público como sendo a autêntica modalidade de entender o Cristianismo. Deste problema pessoal de Lutero originou-se o protestantismo, que é uma forma mais suave de se viver o Evangelho, mas uma forma subjetiva, concebida por Martinho Lutero apavorado para Martinho Lutero.


Lutero e os Reformadores pregaram a poligamia

Filipe, o landgrave de Hesse, era um príncipe de costumes depravados. Não contente com sua legítima esposa, resolveu casar-se também com Margarida de la Salle, criada de sua irmã Isabel. Como bom "EVANGÉLICO" porém, o landgrave queria a autorização de seus "diretores espirituais" quais sejam LUTERO E MELANCHTON, dois dos mais célebres patriarcas do protestantismo. Filipe portanto enviou uma carta a BUCERO, discípulo direto de Lutero, e Melanchton onde solicitava a autorização bem como o envio de um "ministro" para a celebração religiosa. Na dita carta, confessava o príncipe que "não podia nem queria mudar de vida". Mas como bom cristão "EVANGÉLICO" nada pretendia fazer contra a Escritura ou contra os ensinamentos de seus diretores espirituais.

O landgrave estava bem informado... Numa carta de 27.08.1531 escreveu Melanchton: "Se o rei quer prover à sucessão do trono é melhor fazê-lo (...) conseguindo sem perigo para a consciência ou da fama (...) por meio da POLIGAMIA" (Corpus Reform. Tomo II, 526). Lutero afinava pelo mesmo diapasão: "pode-se casar com outra rainha a exemplo dos patriarcas que tiveram várias esposas" (Enders, Tomo IX, p. 88). Mesmo que quisesse, Lutero não poderia negar nada à este príncipe, que havia se tornado um poderoso aliado de Lutero e de outros reformadores contra os católicos na Alemanha. Numa longa consulta assinada por LUTERO, MELANCHTON, BUCERO e mais 6 "teólogos" EVANGELICOS e endereçada ao "Sereníssimo Príncipe e Senhor", concluem os arautos do puro evangelho: "Se sua Alteza está resolvido a tomar segunda mulher, JULGAMOS QUE O DEVE FAZER EM SEGREDO".

O 2º casamento se deu em 4 de março daquele ano. Realizou a cerimônia SACRILEGICA E DIABOLICA, O "PASTOR" LUTERANO Dyonisius Melandro QUE JA ESTAVA valorosamente na sua 3ª esposa(TERCEIRA ESPOSA!!), estando vivas as 2 primeiras. Assistiu a cerimônia religiosa, piedosamente compungidos, os reformadores BUCERO, MELANCHTON, os "teólogos" consultados, e os conselheiros da corte. Faltou o tio de Margarida, Ernesto Miltiz, "porque era papista e como tal não suficientemente versado nas Escrituras para aceitar diante de Deus a legitimidade de um duplo casamento" (LENS, Briefwechsel Landgraf Philipps des GrossmÜthigen von Hessen mit Bucer, Leipzig, 1880-1887, Tomo I, pp. 330-332).

Quando a questão era agradar os poderosos os "REFORMADORES EVANGELICOS" não mediam esforços. Concederam os chefes "EVANGELICOS" dos primeiros tempos, portanto, o direito à poligamia inclusive com cerimônia religiosa aos soberanos: JORGE IV (+1694), príncipe eleitor da Saxônia; FREDERICO II (+1797), rei da Prússia; EBERARDO LUIS (+1793), duque de Wittemberg; CARLOS LUIS (+1680), eleitor palatino; e FREDERICO IV (+1730), rei da Dinamarca (Lutero e o Sr. F. Hansen, pgna 312, in PB, 1952, Rio de Janeiro, LAE).

Eis a diferença abissal: A primeira (IGREJA CATOLICA) preferiu perder, dolorosamente, toda a Inglaterra para os "REFORMADORES" para não satisfazer os caprichos de um rei, e ser fiel ao Evangelho, que proíbe o divórcio. LUTERO & CIA. movem céus e terras, esquecem os princípios mais elementares da moral e da doutrina e SANCIONAM SEM ESCRÚPULOS A BIGAMIA para os poderosos que "financiavam" a obra da "EVANGELIZACAO". Exatamente como em nosso país e em toda a América Latina nos tempos das ditaduras militares, onde padres, religiosos e católicos engajados eram presos, torturados e mortos por defenderem profeticamente os pobres, enquanto a CIA e o governo dos EUA exportavam em atacado SEITAS e mais SEITAS para fazer "ADORMECER" a consciência do povo. No Brasil, os estadunidenses tiveram a colaboração ardente do protestante PRESBITERIANO Ernesto Geisel. É desta época que inicia o "BOOM" pentecostal no Brasil (década de 70/80). Hoje as seitas em geral não condenam o divórcio: concedem-no por qualquer motivo. De justiça social ou de mudança de mentalidade para a libertação não se fala um til. De LUTERO até os seus filhos atuais nada mudou em matéria de seriedade no casamento ou política, infelizmente.

A herança deixada por Martinho Lutero

Sua herança não é algo de que alguem deveria se sentir orgulhosos:

Hebreus 13:17 " Sede submissos e obedecei aos que vos guiam (pois eles velam por vossas almas e delas devem dar conta). Assim, eles o farão com alegria, e não a gemer, que isto vos seria funesto. "

Martinho Lutero, o fundador da falsa doutrina da Solla Scriptura feita por homem e sua doutrina acompanhante a interpretação pessoal da Sagrada Escritura, obviamente fugiu das palavras do versiculo anterior e tambem muitos outros.

Solla Scriptura ou Somente a Biblia, significa em poucas palavras "Se não está na Biblia, não creio".

Foi demonstrado que ainda que esteja na Biblia, alguns não crerão se assim o decidirem.

Mostrarei muitos versiculos como exemplos da Sagrada Escritura ignorado pelos protestantes neste artigo.

Martinho Lutero doi definitivamente desobediente a seus superiores, a autoridade da Igreja Catolica, da qual era membro. Alguém pode me mostrar de onde provem a autoridade auto-proclamada de Lutero?

Ele era um monge agostiniano e não era Bispo. Não tinha nenhuma autoridade. Deliberadamente ignorou mais versiculos das Escrituras, os quais ensinam claramente aonde reside a autoridade, não nele mais sim em sua oposição, a Igreja Catolica.

"Se teu irmão tiver pecado contra ti, vai e repreende-o entre ti e ele somente; se te ouvir, terás ganho teu irmão. Se não te escutar, toma contigo uma ou duas pessoas, a fim de que toda a questão se resolva pela decisão de duas ou três testemunhas. Se recusa ouvi-los, dize-o à Igreja. E se recusar ouvir também a Igreja, seja ele para ti como um pagão e um publicano." Mateus 18: 15-17

Claramente vemos Deus dando a autoridade a Sua Igreja, atraves das palavras ditas por Jesus Cristo. Estes versiculos foram infelizmente ignorados por Lutero.

Também ele ignorou as lições que nos ensina o Antigo Testamento:

Maria e Aarão criticara Moisés por causa da mulher etíope que ele desposara. (Moisés tinha, com efeito, tomado uma mulher etíope.) “Porventura é só por Moisés, diziam eles, que o Senhor fala? Não fala ele também por nós?” E o Senhor ouviu isso. Ora, Moisés era um homem muito paciente, o mais paciente da terra. Logo falou o Senhor a Moisés, a Aarão e a Maria: “Ide todos os três à tenda de reunião.” E eles foram. O Senhor desceu na coluna de nuvem e parou à entrada da tenda. Chamou Aarão e Maria, e eles aproximaram-se. “Ouvi bem, disse ele, o que vou dizer: Se há entre vós um profeta, eu lhe aparecerei em visão; eu, o Senhor, é em sonho que lhe falarei. Mas não é assim a respeito de meu servo Moisés, que é fiel em toda a minha casa. A ele eu lhe falo face a face, manifesto-me a ele sem enigmas, e ele contempla o rosto do Senhor. Por que vos atrevestes, pois, a falar contra o meu servo Moisés?” A cólera do Senhor se acendeu contra eles.” Numero 12: 1-9

Aqui temos outro conjunto de versiculos sobre o mesmo tema, igualmente ignorados por Lutero.

É um pouco longo para apresentar, mas por favor leia sobre a rebelião de Coré e seus seguidores contra a autoridade Moises. Vale a pena por particular atenção ao final daqueles que resistem em submeter-se a autoridade da Figura Paterna de Deus na terra. Não é nada agradável. Numeros 16: 1-35

Aqueles que intencionalmente ignoram os erros de que passaram na historia, estao condenados a repeti-los novamente.

A concessão da autoridade dada por Deus a seu rebanho, tem sido a mesma hoje e sempre. Deus é o mesmo antes, agora e o será sempre. Aparentemente Lutero não sabia e ignorou, não tinha autoridade de Deus de nenhuma forma e se declarou autoritario por assim dizê-lo. Lutero escreveu e imprimiu muitos folhetos distribuindo-los por toda a Europa.

Em seu folheto "O Papado em Roma" de 1520 declarou sua autoridade utilizando e interpretando a Sagrada Escritura em um vão intuito de justificar-se. Mostro algumas frases deste dito folheto:

"É a Igreja, as pessoas que Jesus entregou as chaves"

Lutero novamente equivoca-se.

Observem a nota feita por Lutero referente ao ponto prévio. As chaves são a auyoridade para os ensinamentos da Igreja, autoridade singular e se todos as têm como Lutero o proclama aqui, então todos e cada pessoa automaticamente seria seu proprio Papa. Por acaso não é isso o que se passa com o Protestantismo, com cada individuo interpretando a Escritura por si mesmo?

Ao fazer esta afirmação, todos e cada membro de seu movimento pensaram que tinham as chaves e assim se converteram em discernidores infaliveis pessoais da Sagrada Escritura. "O que sinto que seja verdade, deve ser certo", é o que significa esta afirmação.

Uma autoridade central ou "Suprema Corte", um discernimento prescritivel na Sagrada Escritura e que nunca existiu no Protestantismo desde seus primórdios. Clara violação de mais versiculos:

"Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal. Porque jamais uma profecia foi proferida por efeito de uma vontade humana. Homens inspirados pelo Espírito Santo falaram da parte de Deus." II Pedro 1: 20-21

Viram? Lutero realmente dizia ao mundo que ele e seus seguidores recusavam os ensinos de Deus e aceitavam em seu lugar ensinos humanos, propriamente a dele mesmo. E isso o leva a violação de outro versiculo:

"Pedro e os apóstolos replicaram: Importa obedecer antes a Deus do que aos homens. "Atos 5: 29

Este folheto entitulado "O Papado em Roma" foi escrito no começo de 1520 e é notório que Lutero tratava de transmitir a seus seguidores que ele tinha algum tipo de autoridade para justificar sua separação da Igreja Católica. De qualquer forma, obviamente fracassou, o proximo continuando imediatamente fazia e de modo muito mais destrutivo passo de seu processo de divisao.

E Inclusive quando tudo começou em 1521 com a criação da Igreja Luterana, a Igreja Catolica era a instituição mais antiga da terra, havendo existido por quase 1500 anos. A Igreja se apoaiva , como faz hoje, em três poderosos pilares:

  1. A Sagrada Escritura
  2. A Sagrada Tradição Apostolica
  3. O Sagrado Magisterio e o Papa, autoridade de ensinamentos.

Por suas proprias ações ao separar-se da unica Igreja legitima fundada por Jesus Cristo, Lutero perdeu o suporta que outorga autoridade, visto que não podia reclamar o Papado e o Magisterio para ele mesmo.

Seguidamente visto que formou sua propria igreja, não podia reclamar a Santa Tradição Apostolica Catolica dado este, resultando tudo em tradição humana condenando assim toda a tradição. Ao fazê-lo assim, voltou a inflingir outro versiculo da Sagrada Escritura:

"Assim, pois, irmãos, ficai firmes e conservai os ensinamentos que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa." II Tessaloniscensses 2: 15

Novamente os ensinamentos de Deus na Sagrada Escritura são suplantadas por ensinos humanos.

Dois Pilares de apoio perdidos imediatamente! O unico que salvou foi a Sagrada Escritura, q qual recebeu da Igreja Catolica pretendendo que somente este seria necessario e assim iniciando a falsa doutrina da Solla Scriptura. Imediatamente depois multilou a Biblia agregando palavras a Romanos 3:28 e eliminando 7 livros do Antigo Testamento simplesmente por não estar de acordo com seus ensinamentos. Igualmente atacou varios livros do Novo Testamento.

Depois de alguns que começou a Reforma, Lutero examinou o dano causado por seu movimento, pela Solla Scriptura e pela interpretação individual da Sagrada Escritura.

Shards se separou de sua igreja Luterana com Munzer vendo por um lado, Calvino por outro, Zwiglio por outro, e todos dispersando o rebanho.

"Quem não está comigo está contra mim; e quem não ajunta comigo, espalha." Mateus 12:30 , Lucas 11: 23

Imediatamente os erros do protestantismo surgiram pois quem originou a desunião? O dano causado pela interpretação individual da Sagrada Escritura imediatamente cobrou sua perda. Percebemos o lamento de Lutero ao dizer o seguinte:

"Este não aceitara o batismo, aquele nega o sacramento, o outro põe um mundo de diferenças entre este o ultimo dia. Alguns ensinam que Cristo não é Deus, outros ensinam isto e aqueles outras coisas. Existem tantas sitas e credos como existem cabeças. Nenhum aldeão é tão rude como quando tem sonhos e fantasias que crêem haver sido inspirados pelo Espirito Santo e ser um profeta" De Wette III, 61. Dito em O'Hare, Los Hechos de Lutero, 208

"Homens, cidadão e campoeses todas as classes entendem o Evangelho melhor que eu ou São Paulo, agora são sábios e se pensam mais cultos que todos os ministros" Walch XIV, 1360. Dicho en O’Hare, Los Hechos de Lutero , 209.

A esta altura Lutero se deu conta de haver aberto a porta do erro e era impotente para poder fecha-la. Liberou o gênio de sua garrafa, encontrando depois um gênio que havia crescido tanto que ja não cabia de volta na mesma.

Alguns anos depois Lutero disse:

"Concedemos - como devido- que muitos dos que eles ( a Igreja Catolica) dizem é verdade: que o Papado tem a Palavra de Deus e o oficio dos Apostolos e que temos recebido a Sagrada Escritura, o Batismo, os Sacramento e o pulpito deles. O que saberiamos destas se não fosse por eles?" Sermão do Evangelho de São João, capítulos 14-16 (1537) no Vol. 24 de LOS TRABAJOS DE LUTERO, San Luis, Missouri, Concordancia, 1961, 304.

Vemos ai um outro lamento dele, não é?

É interessante notar quantos de seus seguidores atuais estariam de acordo com os pronunciamentos em tais afirmações ?

A seu favor esta o fato de que em 1450 a imprensa havia sido inventada. Antes disso se levava meses e ate anos para poder transmitir mensagens a distantes areas habitadas visto que tinham que ser copiados a mão. Lutero tomou grande vantagem deste grande descobrimento e se diz que durante varios anos foi o usuario mais prolifico da imprensa massiva.

Escreveu quantidade de folhetos e cartas, imprimindo nilhares deles para distribuir na Alemanha e grande parte da Europa. Imagine a surpresa das massas ao receber tal material impresso, muitos pela primeira vez.

De qualquer forma, com esta grande ferramenta, Lutero procedeu ao seguinte passo. Se encontrava atacando a mais antiga e mais grande instituição existente sobre a terra sem autoridade para fazê-lo. Não podia reclamar a tradição apostólica, tinha a Biblia que havia tomado da Igreja Catolica e um ego enorme como um leão enjaulado pronto a escapar. Que alternativa tinha para tratar de justificar o que estava ponto de fazer? Decidiu que se não podia enfrentar a seu nivel, os demonizaria*.

* Demonizar, retratar como um demonio, converter em demonio, representar como demonio diabolico.

Lutero queria as mudanças feitas a seu modo e quando era desairoso pela hierarquia da Igreja Catolica, se enviciava cada vez mais em seus escritos sobre o Papado e a Igreja Catolica.

Em 1520, Lutero escreveu um documento entitulado "O Cativeiro Babilonico da Igreja". Neste, igualando ao leão que ruge da Escritura ( I Pedro 5, fez cortantes comentarios simplesmente por não haver ganho seu objetivo ao tentar ditar sua forma ao Papado.

"Pontifices sem Deus alardean reclamando o direito de fazer isto, pretendendo buscar o bem da Igreja com esta Babilonia deles."

"Visto que são lobos, querem vestir-se de pastores"

"Visto que são anticristos, querem ser honrados como Cristo"

"O Papado é o anticristo"

"O Papado é o reino da Babilonia"

"O Papado é o poder de Nimrod"

"O Papado é verdadeiramente o reino da Babilonia, seim, o reino do anticristo autentico."

Note que Lutero chamou o Papa de anticristo e ao Papado mesmo de "o reino da Babilonia" , escreveu assim outros comentarios caluniantes neste documento. Isto não é demonizar ?

De forma alguma e jamais o Papa poderia ser o anticristo como o explico neste artigo sobre o anti cristo.

A Igreja Catolica e o Papado é a "Grande Babilonia"

Quantas vezes temos escutado isso de protestantes fundamentalistas?

Aqueles que propagam tal mentira são os mesmos que dizem seguir a Biblia fielmente.

Esta bem, vejamos se seguem a biblia como professam faze-lo.

Baseiam-se esta mentira no livro de Apocalipse cap. 17:


Free Personality Test
"Veio, então, um dos sete Anjos que tinham as sete taças e falou comigo: Vem, e eu te mostrarei a condenação da grande meretriz, que se assenta à beira das muitas águas, com a qual se contaminaram os reis da terra. Ela inebriou os habitantes da terra com o vinho da sua luxúria. Transportou-me, então, em espírito ao deserto. Eu vi uma mulher assentada em cima de uma fera escarlate, cheia de nomes blasfematórios, com sete cabeças e dez chifres. A mulher estava vestida de púrpura e escarlate, adornada de ouro, pedras preciosas e pérolas. Tinha na mão uma taça de ouro, cheia de abominação e de imundície de sua prostituição. Na sua fronte estava escrito um nome simbólico: Babilônia, a Grande, a mãe da prostituição e das abominações da terra. Vi que a mulher estava ébria do sangue dos santos e do sangue dos mártires de Jesus; e esta visão encheu-me de espanto. Mas o anjo me disse: Por que te admiras? Eu mesmo te vou dizer o simbolismo da mulher e da Fera de sete cabeças e dez chifres que a carrega. A Fera que tu viste era, mas já não é; ela deve subir do abismo, mas irá à perdição. Admirar-se-ão os habitantes da terra, cujos nomes não estão escritos no livro da vida, desde o começo do mundo, vendo reaparecer a Fera que era e já não é mais. Aqui se requer uma inteligência penetrante. As sete cabeças são sete montanhas sobre as quais se assenta a mulher. " Apocalipse 17: 1-9

No versiculo 9 é que os protestantes, incluindo o primeiro utilizam para tentar provar o que dizem.

Todos devemos dar conta que toda a verdade pode ser provadam mas não a mentira.

Notemos que no versiclo 9 as palavras "Aqui se requer uma inteligência penetrante" como o mostra claramente que aqueles que não tem sabedoria interpretam este versiculo como se dizem que os sete montes onde esta a mulher é Roma. Demonizando?

Provarei o que foi dito anteriormente:

"A mulher que viste é a grande cidade, aquela que reina sobre os reis da terra." Apocalipse 17: 18

Então vemos que a mulher é uma grande cidade e pelo que vemos esta sobe sete montes. Agora como determinamos qual cidade é a Grande cidade? Existem outras cidades alem de Roma que esta sobre outras cidades? Pois sim, Jerusalem também. Então como determinamos qual é a Grande Cidade de Apocalipse 17: 18?

Bom, pois ainque não creiam, o livro de Apocalipse nos diz em outro versiculo:

"Seus cadáveres (jazerão) na rua da grande cidade que se chama espiritualmente Sodoma e Egito (onde o seu Senhor foi crucificado).” Apocalipse 11: 08

Então, qual cidade o Senhor foi crucificado?

Ele foi crucificado em Roma?

Não, Ele foi crucificado em Jerusalem, como que aqueles que tem uma "inteligencia penetrante" podem ver muito facilmente. Com a Escritura tão claro nestes versiculos. Porque então os protestantes continuam dizendo que a Grande Cidade é Roma, senão pelo fato de querer Demonizar a Igreja Catolica? Alguma Outra resposta?

Apocalipse 11:8 é outro versiculo dos ignorados por Martinho Lutero e que continua sendo ignorado por seus seguidores , os Protestantes fundamentalistas.

Uma vez mais a mentira do protestantismo se expõe, destruida pela verdade da Sagrada Escritura.

Outra informação que se acomoda muito bem aqui é o fato de que os "sete montes de Roma" como são chamado, estão todos ao leste do Rio Tiber enquanto que o Vaticano, assento do Cristinianismo esta a oeste do Rio Tiber. Para aqueles que querem confirmar isto por si mesmos, os nomes originais dos sete montes de Roma são:

  1. Quirinal,
  2. Viminal,
  3. Capitolina,
  4. Esquilina,
  5. Palatina,
  6. Celia,
  7. Aventina.


As muralhas de Roma: Em azul as muralhas Servias do ano de 387 AC. Em roxo as muralhas aurelianas do ano de 271-275 DC. Os sete montes de Roma em tempos biblicos estão ao leste do Rio Tiber. e o monte do Vaticano se encontra a oeste do Rio Tiber e não teve muralhas ate o ano de 275 DC.

Temos aqui versiculos da Sagrada escritura que descrevem a Grande Cidade. Note que nenhum versiculo descreve Roma como a Grande Cidade.

Grande cidade, Babilonia: Apoc. 14:8, Apoc 16:19, Apoc 17:5, Apoc 18:2, Apoc 10, Apoc 21.

Grande cidade, Jerusalén: Neh. 7:14, Jer. 22:8, Lam. 1:1, Apoc. 11:8, Apoc 16:19, Apoc 17:18, Apoc 18:16-19, Apoc 21:10.

Grande cidade, Nineve: Jonás 1:2, 3:2,4:11

Eis aqui uma comparação biblica entre Jerusalem e Roma. Vejamos o que a Biblia diz sobre cada uma:

Em seguida enlisto muitos versiculos que descrevem a Jerusalem.

  • Abominação. Eze. 16:2, Mal. 2:11
  • Louvor a Deus não deve ser em Jerusalén. Joao 4:21
  • Albergue de demonios. Apoc. 18:2
  • Albergue de dragoes. Jer. 9:11
  • Associacão da besta encarnado. Apoc. 17:1-3
  • Assolada. Eze. 26:2
  • Babilonia. Apoc. 17:5, 18:2,10,21
  • Babilonia a grande. Apoc. 17:5
  • Cativeiro de Jerusalén. Joel 3:1
  • Cidade caída. Eze. 33:21
  • Cidade de pedras preciosas e rica vestimenta. Ex. 35:30-36, 39:1-2, 39:8-14; Isa. 52:1; Apoc. 18:16-17
  • Cidade fiel. Isa. 1:21
  • Cidade má. Esd. 4:8,12
  • Cidade rebelde. Eze. 4:8,12
  • Cidade sangrenta. Eze. 22:2, 24:6,9; Nah. 3:1
  • Copa de vértigo. Zac. 12:2
  • Quatro juizos graves sobre Jerusalém: espada, sequía, bestas e pestilencia. Eze. 14:21
  • Desolação. Isa. 64:10; Dan. 9:2
  • Destruída pelo fogo. Deut. 29:22-24; Lev. 21:9, 26:15-16, 27-28; Eze. 16:2-3,35,38,41 19:12, 21:2-3, 22:19-21, 23:2-4, 17-19, 22-25, 44-47; Lam. 2; Neh. 1:3; Mat. 24:15-22; Mar. 13:14-20.

Nota: Jerusalém foi totalmente destruida por fogo no ano 70 D.C., enquanto Roma foi parcialmente queimada por Nero no ano 64 D.C. Ésta é outra razão de por que a Grande Babilonia não poderia possivelmente ser associada a Roma, porque a cidade é destruida pelo fogo em Apocalipse 17:16.

  • Egito. Apoc. 11:8
  • Ela. Apoc. 18:2
  • Esposa infiel. Ex. 16:1-3, 44-63
  • Fornicadora. Jer. 13:27; Apoc. 18:3, 9
  • Fogo devorando palacios em Jerusalém. Am.2:5
  • Furia sobre Jerusalén. Eze. 9:8
  • Gomorra. Isa. 1:10; Jer. 23:14; Rom. 9:27-29
  • Grande cidade. Jer. 22:4-8; Apoc. 11:8, 17:18, 18:10, 16, 18-19, 21
  • Grande lamento en Jerusalém. Zac. 12:11
  • Grande maldade sobre Jerusalém. Dan. 9:12
  • Grande Cidade (RSV) (KJ). Apoc. 17:1, 19:2
  • Feiticeira. Apoc. 18:23
  • Filha. Lev. 21:9; Lam. 2:15-18
  • Iniquidade construiu Jerusalém. Miq. 3:10
  • Imoral. Apoc. 18:3
  • Jerusalém cercada por exércitos. Luc. 21:20
  • Jerusalém deverá ser pisoteada. Luc. 21:24
  • Jerusalém matou aos Profetas. Mat. 23:37; Luc. 13:33-34
  • Jerusalém será escombro. Miq. 3:12
  • Jesus morto em Jerusalém. Mat. 16:21; Mar.10:33
  • Mãe da abominação da terra. Apoc. 17:5
  • Mãe de prostituta. Apoc. 17:5
  • Maldade aos Santos em Jerusalém. Atos. 9:13,21
  • Maldade do coração. Jer. 4:14
  • Maldade atraída sobre Jerusalém. Eze. 14:22
  • Maldição na cidade. Deut. 28:15-19
  • Morte dos Profetas. Mat. 23:29-36; Luc. 11:47-51. 13:31-34; Apoc. 17:5-6, 18:24
  • Mulher. Apoc. 17:3-9, 18
  • Mulher menstruante. Lam. 1:17
  • Pecado grave. Lam. 1:8
  • Pedra pesada. Zac. 12:3
  • Prostituta. Jer. 2:20; Eze 16:15; Isa. 1:21; Jer. 2:20, 3:3, 6, 5:7; Eze. 16:1-3, 15-16, 28, 31, 35, 41 23:2-49, Ose. 3:3, 4:15; Joel 3:3; Amos 7:17; Miq. 1:7; Nah. 3:4; Apoc. 17:1, 5, 15-16
  • Reduzida a ruinas. Sal. 79:1; Isa. 3:8
  • Reina. Apoc. 18:7
  • Removida. Lam. 1:8 Sodoma Isa. 1:10; Jer. 23:14; Rom. 9:27-29; Apoc. 11:8
  • Sua (dela). Apoc. 17:4, 18:4-10, 20, 24

Com semelhantes títulos como Abominação, Associação da Besta Encarnada, Babilonia, Má, Cidade Sangrenta, Maldita, Morte dos Profetas, Maldição atraída encima, Maldição feita aos Santos, Fornicadora, Gomorra, Grande Prostituta, Albergue de Demonios, Prostituta, Imoral, Desolada, Mae de prostitutas, Mae de Abominacoes, Rebelde, Cidade Desolada, Sodoma, Feiticeira, Esposa Infiel, Maldade de Coração, tem alguma duvida de quem ou a que lugar a Prostituta da Babilonia se refiere?

Roma na Sagrada Escritura:

  • Visitantes de Roma. Atos 2:10
  • Claudio ordenou aos Judeus sair de Roma. Atos 18:2
  • Sao Paulo disse que deberia ver Roma. Atos 19:21
  • Da testimunho também em Roma. Atos 23:11
  • E assim chegamos a Roma. Atos 28:14
  • Quando chegamos a Roma. Atos 28:16
  • A todos amados de Deus em Roma. Rom. 1:7
  • Pronto estou a pregar o Evangelho também a vós, os que estãos em Roma. Rom. 1:15
  • Antes, chegado a Roma, me buscou diligentemente. 2 Tim. 1:17

O único lugar em que se pode encontrar a demonização de Roma ou a assossiação de Roma com a Prostituta de Babilonia é na mentira propagada pelo protestantismo. Nas Sagradas Escrituras não encontro absolutamente nada mais a respeito que apoie claramente essa mentira. Recordemos aos adeptos desta falsa doutrina da Solla Scriptura feita por um homem que o que não se pode encontrar na biblia simplesmente nao sucede ou não existe. Correto?

Agora que a mentira da Prostituta da Babilonia em conexao com Roma foi esclarecida, encontremos quem a originou.

Não existe documentos autênticos em que acusa a Igreja Catolica e o Papado chamando de Prostituta da Babilonia antes da Reforma Protestante. Então é uma fabricação protestante. Não é isto demonizar?

Quando analisamos bem, uma mentira ou uma fabricação é uma não verdade desenhada para enganar, denegrir ou caluniar a outro. Jesus Cristo disse: "Eu sou o caminho, a verdade e a vida" em Joao 14:6. Se Ele é a verdade então o demonio é a mentira e Jesus o diz falando dele em Jo 8:44, "Quando profere a mentira, fala do que lhe é propria , porque eleé mentiroso e pai da mentira". Então de quem e atraves de quem, vem a Demonização da Igreja Catolica?

Referimos novamente a Hebreus 13:17 , Lutero obviamente fracassou em compreender ou deliberadamente ignorou, o fato de que a Igreja Católica a qual pertenceu, nunca foi, nem tem sido uma democracia e sim uma "teocracia" governada por uma hierarquia. Jesus Cristo mesmo é a cabeça (Efésios 5:23), que governa através de sua cabeça visivel, a "Figura Paterna" na terra ( atraves de quem Deus tem falado sempre ) e conjuntamente com a direção do Espirito Santo ( Joao 14: 16-17 , Joao 16: 12-14 , Atos 15:2 )

"Ora, assim como a Igreja é submissa a Cristo, assim também o sejam em tudo as mulheres a seus maridos." Efesios 5: 24

Dito isto podemos ver claramente que as forças governantes da Igreja não vem do Corpo de Cristo, mas da Cabeça. A Escritura não disse que a Igreja esta sujeita a qualquer pessoa, como em uma democracia. É obvio que "Aqui existe algo para quem tem sabedoria" como foi mencionado anteriormente e a cabeça sempre diz ao corpo o que há de fazer. O corpo, Lutero, ou qualquer outra pessoa nunca pode dizer a cabeça o que fazer em uma teocracia.

Lutero se apropriou, como membro do corpo, sem possuir nenhuma autoridade, a ditar como atuar a cabeça visivel da Igreja na terra. Ele fez algumas considerações boas, pois algumas coisas necessitavam ser mudadas. Ele abordou de uma maneira muito incorreta. Alguém pessoal deveria ser mudado e em lugar disso Lutero decidiu romper com a Igreja que Jesus Cristo fundou e formou sua própria igreja. Agora pergunto, existe algum versiculo na Biblia que outorgue autoridade a qualquer ser humano de fundar outra igreja diferente da UNICA Igreja fundada pela pessoa divina de Jesus Cristo em Mateus 16:18?

Eis mais um versiculo que Lutero nao viu ou intencionalmente ignorou:

"Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a constroem. Se o Senhor não guardar a cidade, debalde vigiam as sentinelas." Salmo 127:1

Por acaso este versiculo não anula cada igreja fundada por pessoas meramente humanas?

Não disse claramente que os trabalhos de martinho Lutero e todos os seus seguidores são em vão?

Para Setembro de 1522, Lutero já havia trazido o Novo Testamento como sua versão da Biblia Alemã. É de notar-se que Lutero ensinou a falsa doutrina de que o homem é salvo somente pela fé, de sua propria interpretaçãp e sem nenhuma autoridade acrescentou a palavra "Somente" a Romanos 3:28 como mencionei anteriormente, assim ignorando todos os versiculos que nos advertem sobre não juntar e nem excluir nada da Palavra de Deus.

Demonstro seu ego inflamado e uma arrogância total ao escrever o seguinte em referencia a seu acrescimo da Biblia:

"Se você Papista se molesta com a palavra "somente", dize-o diretamente. O Dr. Martinho Lutero assim o analisa : Papista e burro são uma e a mesma coisa. Quem não tem minha tradução, deixem que a passe de lado: o agradecimento do demonio é para aquele que a censure sem meu consentimento e desejo. Lutero assim o instituiu e ele é um Doutor sobre todos os Doutores no Papado." (Martinho Lutero - Discusión Amic., 1,127.)

Demonizando novamente!!

Que barbaro!! Semelhante linguagem Lutero assim elevou a si mesmo sobre todos os que estão na terra ? Este é somente um exemplo dado pelo Primeiro Protestante, sobre sua versão do mandamento de Cristo, "Amaras teu proximo como a ti mesmo" (Mateus 22: 36-40).

O unico versículo em toda a Biblia em que encontramos as palavras "" e "somente" ambas juntas é em São Tiago 2:24 e diz "não com (aquela) fé somente" . É por esta razão que o livro de São Tiago foi um dos varios livros do Novo Testamento que Lutero queria eliminar da Biblia, ja que provava ser embaraçoso para ele, visto que se opõe rotundamente a seus ensinos.

A respeito disso ele escreveu:

(...) A Epistola de São Tiago é uma Epistola plena de palha, porque não contém nada evangélico.” Prefácio de Novo Testamento da Biblia de Tradução do Martinho Lutero

Também escreveu contra o livro do Apocalipse:

"(...) minha mente não leva marcas de caráter apostólico ou profético... Cada qual pode formar seu proprio juizo sobre este livro; pelo que a minha concerne, tendo tal aversão ao mesmo, que para mim, esta é razão suficiente para recuzá-lo (Martinho Lutero - Sammtliche Werke, 63, Págs. 169-170 ).

Ao escrever contra os livros sagrados da Biblia, inspirados pode Deus, por acaso não estava Martinho Lutero julgando a Deus mesmo?

"Então, do seio da tempestade, o Senhor deu a Jó esta resposta:Cinge os teus rins como um homem; vou interrogar-te, tu me responderás. Queres reduzir a nada a minha justiça, e condenar-me antes de ter razão?" Jó 40: 1-3

Também Lutero, vovamente sem ter nenhuma autoridade removeu sete livros do Antigo Testamento que haviam estado na Biblia por mais de 1100 anos, simplesmente porque não iam de acordo com suas falsas doutrinas.

Um dos muitos argumentos sobre a impossibilidade de que a falsa doutrina da Solla Scriptura feita por homens pudesse funcionar em qualquer tempo é o fato de que 90 % de toda a população era analfabeta. Se não podiam ler como poderiam dizer "Somente a Biblia", que por seu titulo mesmo se propoe para pessoas letratadas?

Os Protestantes atuais negam isso e a historia os mostra equivocados. De qualquer forma, paradoxalmente, seu originador e seu fundador da Solla Scriptura se encontrou ele mesmo em um dilema. Como poderia ele reclamar esta Solla Scriptura e ao mesmo tempo transmitir sua mensagem a população se a maioria eram analfabeta?

Ao cair em conta de si, decidiu faze-lo por meio de imagens agregadas a seus textos. Consequentemente pediu a seu amigo artista Lucas Cranach (1472-1553) que fizesse em madeira lavrada, imagens para coloca-las em suas biblias alemãs para que toda a população pudesse vê-las e entender seus ensinamentos, primeiramente em sua Alemanha Nativa e depois por toda a Europa.

Foi por meio de uma referencia visual que Lutero primeramente comunicou o cumulo de seus seguidores a falsa acusação ao papado de ser a Prostituta da Babilonia. Em seguida apresento uma reprodução deste trabalho.


O Papa como a Prostituta da Babilonia. Apresentado em madeira lavrada pelo artista. Lucas Cranach, amigo de Martín Lutero. Setembro de 1522.

Notemos que a imagem contem um Copo Dourado (Apocalipse 17:4) em forma de Calice com uma cruz na parte superior, parecido com uma coroa papal de três fileira. Nem copa com a cruz acima e nem a coroa papal são mencionadas em Apocalipse 17 e nem nenhum Papa.

Esta não é nada mais que outra fabricação Protestante desenhada para Demonizar a Igreja Católica.

Recordo que anteriormente neste texto vimos que o homem que fez doutrina da Solla Scriptura, por seu proprio titulo e natureza assume que tudo está na Biblia, e como tal, demanda que o que não é mencionado nela não pode ser digno de fé. Me encantaría que algum adepto da Solla Scriptura pudesse mostrar-me o texto bíblico aonde este cálice, o Papa e a coroa de tres fileiras. Para que eu possa considerar esta fabricação da Solla Scriptura Protestante como verdadeira, por favor alguen mostre-me aonde posso encontrar-la nas Sagrada Escritura. Então Lutero nos tem ensinado mais outro erro em suas formas, a da hipocresia. Se não está na Biblia, mas se acomoda com seu metodos para Demonizar a Igreja Catolica. o usará sem importar com as regras da Solla Scriptura.

O interessante é que aparentemente a emoção da população sobre as peças de madeira lavrada foi tal que Lutero posteriormente removeu de sua tradução alemã , as mais ofensivas, entre elas a apresentada aqui.

Mas Uh!! Lah Lah!! O genio do titulo "Prostituta da Babilonia" era outro gênio mais libertado por Lutero, encontrando-se a si mesmo, igualmente impossibilitado para regressar a sua garrafa.

Mais observações de Martinho Lutero, mas de suas mudanças sem permissão e exemplos de sua linguagem rude criado para demonizar a Igreja Catolica.

Em sua versão do Credo Apostolico lemos:

"Una Santa Igreja Cristã"

O que é a "Una Santa Igreja Catolica"?

Os artigos de Smacald, 1537, Artigo II, da Missa.

"A Missa no Papado deve ser a mais grande e horrenda abominação"

Demonizando?

"A Missa mesma e qualquer coisa que provém dela e qualquer coisa agregada a ela, não podemos tolerar, senão devemos condenar para que nos possamos manter o santo Sacramento puro e seguro ..."

Os artigos de Smacald, 1537, Artigo IV sobre o Papado.

"Um poder tão falso , malicioso, blasfemo, arrogante e diabolico , um tirano e canalha traiçoeiro para ruina da santa igreja cristã inteira. Tudo isto resulta em nada menos que ( o Papa ) dizendo : Ainda que tenham a Cristo e o tenham a Ele ( Somente ) tudo que é necessário para a salvação, mas isso não é nada e tudo é vão a menos que me considerem ( tenham e adorem) como a seu deus, sujeitos e obedientes a mim."

Demonizando? martinho, aonde esta escrito isto por um Papa?

"Por menos que possamos adorar ao mesmo diabo como Senhor e Deus, poderemos tolerar seu Apostolo, o Papa, o anticristo em seu dominio como cabeça o Senhor."

Demonizando

"O Papa não é a cabeça de todo o Cristianismo."

E o que diz Lucas 22:32? Outro versiculo mais ignorado?

"A Santa Igreja Cristã ( ou Catolica ) pode existir sem a tal cabeça ..."

Então porque Jesus designou uma cabeça para sua Igreja?

"O Papado não serve na Igreja, visto que não exerce oficio Cristão, pelo qual é necessario para a Igreja continuar e existir sem Papa."

O que diz Mateus 16:18

"De qualquer forma, o Papa proibe esta fé, dizendo que para ser salvo a pessoa deve obedecer-lhe".

O que diz Hebreus 13: 17?

"O Papa é o mesmo anticristo quem se tem exaltado a si mesmo, opondo-se a Cristo, porque ele não permite aos Cristãos ser salvos sem seu poder, o qual não é nada, nem taopouco esta ordenado o mandado por Deus."

Que diz Lucas 22:32? Demonizando?

"Aparentemente ante o Papa, o diabo mesmo, quem não tem intenção de escutar nada, senão meramente condenar, para enganar e forçar a idolatria."

Calunia Lutero.... Demonizando?

Os Artigos de Smalcald, 1537, Artigo XII sobre a Igreja.

"Não concebemos que eles são a Igreja e em verdade não o são, tãopouco escutamos aquelas coisas que sob o nome da Igreja, eles ordenam ou proibem. Porque graças a Deus uma criança de 7 anos de idade sabe o que é a Igreja ..."

Novamente seus seguidores crêem no que diz Lutero e não o que Deus disse na Biblia.

Lutero era também conhecido por contradizer-se a si mesmo e esta cirtação anterior é um exemplo perfeito. No começo deste artigo lembram que mostrei uma frase dele se contradizendo. Note que as formações foram escrita no mesmo ano de 1537

"Concedemos - como devido- que muitos dos que eles (a Igreja Catolica) dizem é verdade: que o Papado tem a Palavra de Deus e o oficio dos Apostolos e que temos recebido a Sagrada Escritura, o Batismo, os Sacramento e o pulpito deles. O que saberiamos destas se não fosse por eles?"

Sermão do Evangelho de São João, capítulos 14-16 (1537) no Vol. 24 de LOS TRABAJOS DE LUTERO, San Luis, Missouri, Concordancia, 1961, 304.

Contra o Catolicismo, o folheto de Lutero par 2, 1535:

"Nós atraves da graça de Deus, não somos hereges , mas intrigantes, de fato causando separação e divisão , aonde a culpa não é nossa, senão de nossos adversários quem nos deram ocasião, porque não permaneceram na palavra de Deus somente, nós a temos, a escutamos e a seguimos."

Esta frase de Lutero esta repleta de enganos admitidos. A primeira de que não é um herege. Foi demonstrado ao contrarioa neste escrito. Depois admite ser um intrigante.

Posteriormente admite que separa e divide. Não é isso que faz os apostatas?

"Por acaso Cristo esta dividido?" I Corintios 1:13

Concordam de que "(...)quem não recolhe, espalha" ?

E o que me diz dos tantos versiculos que nos advertem ser um mesmo pensar?

"Não rogo somente por eles, mas também por aqueles que por sua palavra hão de crer em mim. Para que todos sejam um, assim como tu, Pai, estás em mim e eu em ti, para que também eles estejam em nós e o mundo creia que tu me enviaste." Joao 17: 20-21

Lutero não somente era desobediente a seus superiores, senão também a Jesus Cristo e contudo ainda se declarou ser um herege.

a Sagrada Escritura esta cheia de versiculos que nos fala de levar uma vida pura evitando o pecado. De qualquer forma Lutero escreve uma Historia diferente:

"Se és pregador da graça, pregue uma graça verdadeira e não ficticia, se a graça é verdadeira , deves levar um pecado verdadeiro e não um ficticio. Deus não salva somente os que são pecadore ficticios. Se és um pecador e pecas audaciosamente, creia e alegra-te em Cristo ainda mais audaciosamente... enquanto estamos aqui neste mundo eis de pecar ... Nenhum pecado nos separará do Cordeiro, ainda que forniquemos e assassinemos mil vezes ao dia." (Carta a Melanchthon, Agosto 1, 1521 Trabajos de Lutero Vol. 48. )

Em seguida o que fazem tipicamente seus seguidores, Deus culpa seus adversarios e nega sua propria infração pelo que se faz. Finalmente injeta sua falsa doutrina da Solla Scriptura com somente a Palavra de Deus!

Contra o Catolicismo, folheto, parte 5, 1535

"Existem muitos que pensam que sou muito feroz contra o Papado, ao contrario, me queixo de ser em demasiadamente suave"

Lutero eu nao chamaria Deminizar a outro ser humano como "suave".

"Não se deve debater com os hereges, senão condena-los sem haver sido escutados, desejando que pereçam no fogo, os fieis hão de seguir o mal desde sua fonte e encharcar suas cabeças no sangue dos bispos Catolicos e do Papa, que é o diabo disfarçado" (Martinho Lutero - Riffel, Kirchengeschichte)

Lutero advogando pelo assassinato? Chamar o Papa de diabo é Demonizar ao Papa de novo Lutero.

"E quanto ao Papa, os cardeais, os bispos e "toda a cria da Sodoma Romana" porque não atacá-la com todo o tipo de arma e lavar nossas mãos em seu sangue?" (Martinho Lutero - Walch, XVIII, 245.)

Lutero novamente buscou o assassinato dos outros

"O Papa havendo nascido do traseiro do diabo" (Folheto de Martinho Lutero, A Igreja e o Papa, Capitulo 5, contra o papado uma instituição do demonio-1520)

Calunias, mentiras e imundice Martinho de onde vem? Alguem ja leu Joao 8:44? Como podemos chamar isto se não é Demonizar a outro ser humano a quem Jesus nos ensinou a amar?

Lutero tinha uma pobre opinião sobre as mulheres:

"A palavra e os trabalhos de Deus são muito claro, que as mulheres foram criadas para ser esposas ou prostitutas." ( Martinho Lutero - Trabajos 12.94 )

"Ainda que se desgastam criando os filhos, não importa , que sigam criando os filhos até que morram, é para isso que são" ( Martinho Lutero - Trabajos 20.84 )


Os Erros Multifacéticos do Protestantismo

O erro da opinião pessoal protestante

Porque existem atualmente mais de 35.000 diferentes seitas protestantes no mundo?

A resposta está na Sagrada Escritura:

"Não fareis nesse lugar o que nós fazemos hoje aqui, onde cada um faz o que bem lhe parece." Deuteronomio 12:8

Um versiculo ignorado pelos protestantes visto que fazem estas coisas.

"Naquele tempo não havia rei em Israel, e cada um fazia o que lhe parecia melhor." Juizes 17:6 e Juizes 21:25

Este versículo são uma fotografia dos protestantes.

"Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal. Porque jamais uma profecia foi proferida por efeito de uma vontade humana. Homens inspirados pelo Espírito Santo falaram da parte de Deus." II Pedro 1: 20-21

Ignorado pelos protestantes.

"Enviaram seus discípulos com os herodianos, que lhe disseram: Mestre, sabemos que és verdadeiro e ensinas o caminho de Deus EM TODA A VERDADE , sem te preocupares com ninguém, porque não olhas para a aparência dos homens." Mateus 22:16, Marcos 12:14

Ignorado pelos protestantes

"Chegando ao território de Cesaréia de Filipe, Jesus perguntou a seus discípulos: No dizer do povo, QUEM É O FILHO DO HOMEM? Responderam: Uns dizem que é João Batista; outros, Elias; outros, Jeremias ou um dos profetas. Disse-lhes Jesus: E VÓS QUEM DIZEIS QUE EU SOU? Simão Pedro respondeu: Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo! Jesus então lhe disse: FELIZ ÉS, SIMÃO, FILHO DE JONAS, PORQUE NÃO A CARNE NEM O SANGUE QUE TE REVELOU ISTO, MAS MEU PAI QUE ESTÁS NOS CÉUS. E EU TE DECLARO: TU ÉS PEDRO, E SOBRE ESTA PEDRA EDIFICAREI A MINHA IGREJA; AS PORTAS DO INFERNO NÃO PREVALECERÃO CONTRA ELA. EU TE DAREI AS CHAVES DO REINO DOS CÉUS: TUDO O QUE LIGARDES NA TERRA SERÁ LIGADO NOS CÉUS, E TUDO O QUE DESLIGARDES NA TERRA SERÁ DESLIGADO NOS CÉUS." Mateus 16: 13-19

Os versiculos anteriores são um exemplo primordial das opiniões pessoais em contraste com a verdade doutrinal.

Nos versiculos de 14 a 17, nenhum discipulo exceto um teve algo que dizer fora de suas opiniões pessoais ( como vimos no vers. 14, "uns", "outros" e no versiculo 17 "carne e sangue" ), e TODOS ELES ESTAVAM EQUIVOCADOS exceto um, Simão Pedro.

Simão Pedro foi o único que recebeu esta revelação de Deus e ao fazê-lo foi o unico que expressou a verdade, outorgada pela autoridade de Deus. Posto que Deus nunca muda, quem teria a ousadia de ser tão audaz e negar que Deus faz o mesmo hoje como fez antes, legando a Seu representante autorizado na terra, a totilidade da verdade doutrinal?

"Porque Deus há de ser reconhecido como veraz, e todo homem como mentiroso (...)" Romanos 3:4

Agora que sabemos o que diz a Sagrada Escritura, o que fazem os protestantes a respeito?

Dizem seguir a Escritura ao pé da letra e todo o Protestantismo esta baseado somente em opiniões pessoais, não na verdade doutrinal. "Que se sinta bem é o que importa" dizem eles. E aonde leva uma atitude como esta, senão a opiniões diferentes, disputas e finalmente a uma separação sem fim do Corpo de Cristo. Voltemos e revemos os versiculos anteriores.

Deus não se interessa em opiniões pessoais de ninguém senão naqueles que falam a verdade de Sua Doutrina.

Os protestantes atacam a Igreja catolica dizendo que NÃO SE NECESSITA DE UM PAPA. Pois bem, deveriamos primeiro observar seu próprio jardim, já que cada protestante atua como se fosse o próprio papa. Existem milhões de papas em todo o Protestantismo, e todos correm de um lugar para o outro proclamando como verdadeira a sua opinião pessoal a respeito de sua interpretação da Sagrada Escritura. Realmente será correto que exista milhões de verdades? Tenho entendido que a Sagrada Escritura diz ter somente uma verdade.

Martinho Lutero, o fundador do protestantismo, depois de haver observado o dano causado pela interpretacão individual da Escritura em seu movimento, se lamentou dizendo o seguinte:

"Este não quer o batismo, aquele nega os sacramentos; há quem admita outro mundo entre este e o juízo final, quem ensina que Cristo não é Deus; uns dizem isto, outros aquilo, em breve serão tantas as seitas e tantas as religiões quantas são as cabeças" (Luthers M. In. Weimar, XVIII, 547; De Wett III, 6l ).

"Nenhum camponês é tão rude como quando sonha e fantasia que foi inspirado pelo Espirito Santo e deve ser profeta." ( De Wette III, 61. dicho en O'Hare, Los hechos de Lutero, 208 )

"Homens, cidadãos, camponeses, todos as classes entendem o Evangelho melhor que eu ou São Paulo, agora são sabios e se pensam mais inspirados que todos os ministros." (Walch XIV, 1360. dicho en O'Hare, Ibid, 209.)

Então, o que fazer?

Aa Escrituras o anuncia em vento em popa e instrui explicitamente sobre o que fazer e o que não se deve fazer:

DETENHA-SE "Antes e tirar suas proprias conclusões"

DETENHA-SE antes de aceitar a mentalidade de que "se me sinto bem, então há de ser a verdade."

CUIDADO com a incessante e destrutiva interpretação individual da Sagrada Escritura, pois a mesma proibe.

OBEDECER ao que a Sagrada Escritura te admoesta fazer.

Então como podem voltar a verdade doutrinal como Deus ordena a todos?

A verdade é uma e é uma pessoa, Só existe uma verdade.

Para ter uma verdade, é necessário somente uma autoridade. A mesma e UNICA autoridade dada somente a Simão Pedro.

Por acaso, o Espirito Santo está sugerindo a milhões de protestantes, que interpretem a Escritura individualmente e com tantos pontos de vistas opostos?

Esta pergunta nos conduz ao seguinte tema: O ERRO DE QUE O "ESPIRITO SANTO ME DISSE".

O erro de que "Espirito Santo me disse!"

Existem três "Espiritos" dos quais recebemos estimulos:

  1. O Espirito Santo, Espirito da Verdade. I Joao 4:6
  2. O espirito humano intríseco em cada um. I Tessaloniscensses 5:23. Hebreus 4:12
  3. O demonio, espirito diabolico proveniente de satanas. O espirito do erro. I Joao 4:6

Toda a Sagrada Escritura foi escrita por pessoas inspiradas pelo Espirito Santo. Pelo que a Biblia é inerrante. Tem que ser visto que nos chegou por inspiração divina.

O Salmo 127:1 foi inspirado pelo Espirito Santo e diz que há somente uma Igreja, a unica fundada por Deus mesmo e os membros de qualquer outra não seja a verdadeira, trabalham em vão. Não lhes parece interessante que exista ensinamentos no Antigo Testamento que proclamam nova no Novo Testamento? Efesios 4: 1-6 repete o que diz em Salmos com uma lista de muitos "UM" incluindo somente "UMA" fé no versículo 5. Estes versículos tem estípulado claramente que o Espirito Santo guia somente "A" UNICA IGREJA FUNDADA POR DEUS e nenhuma outra mais.

Em João 16:13 diz:

"Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, ensinar-vos-á toda a verdade, porque não falará por si mesmo, mas dirá o que ouvir, e anunciar-vos-á as coisas que virão."

Existem milhões de protestantes, cada um interpretando as Escrituras individualmente sob sua propria opinião pessoal declarando: "o Espirito Santo me disse (inspirou)".

Como isto pode ser possível se a doutrina que cada seita ensina é negada por outra, exceto pela existência de Deus? Um afirma que o "espirito" lhe disse que Deus exaltou o dia de Sabado e a outra afirma o mesmo com a diferença de que é o Domingo. Uma diz que o "espirito" lhe inspirou que não se batizavam crianças e a outra diz que a instrução do "espirito" foi totalmente o oposto: que se batizavam.

Uma declara que "lhe foi inspirado" celebrar a ceia do Senhor uma vez por semana e outra foi lhe "inspirado" que havia de ser uma vez por mês, e outras ainda dizem que tem que ser a cada três meses. Se poderia dar o quanto que puder para constinuar com toda esta lista de crenças encontrando uns ensinando de uma forma e outras de forma oposta.

Sendo que Deus é UM, com UMA verdade e UM só Espirito Santo. Como é que este mesmo Espirito da verdade está inspirando a cada um com pontos de vista contraditórios? Novamente iremos a Sagrada Escritura para sabermos a resposta:

"Deste fato nós somos testemunhas, nós e o Espírito Santo, que Deus deu a todos aqueles que lhe obedecem." Atos 5:32. Ver também Atos 15:8

Portanto, o Espírito Santo é dado somente a aqueles que obedecem a Deus. E quem são estes? Pelo o que lhe foi mostrado até agora, como é possível que qualquer destas seitas com pontos de vistas tão opostos, podem estar obedecendo a um UNICO Deus verdadeiro ?

Por acaso Martinho Lutero obedeceu a seus superiores (Hebreus 13:17) quando iniciou a Reforma Protestante blasfemando ao mesmo tempo seus superiores?

Quem se supõe que está criando toda esta confusão entre as seitas protestantes?

A resposta é que definitivamente não é o Espirito Santo, nunca sera usado afirmação de que Deus nos engana (Isaias 53:9, Hebreus 6:18, I Pedro 2:22) e certamente Ele não se pode contradizer a mesmo. Visto que a verdade é uma, Deus não mente, Tito 1:2. Não pode haver pontos de vista opostos enquanto cada um afirma ter a verdade. O Sentido comum nos diz que em pelo menos na metade dos pontos de vistas opostos a verdade esta sendo comprometida.

Então, quem é o mentiroso e pai da mentira? A resposta esta em Joao 8:44.

I Corintios 14:33 "porquanto Deus não é Deus de confusão, mas de paz."

Se Deus não é autor da confusão, então quem é?

Sugiro voltar a ler o Salmo 127:1 e Efesios 4:1-6 pois das três alternativas de "espiritos que inspiram", temos retirado o Espirito Santo, então a quem damos a autoria da confusão? Qual deles estão motivando o Protestantismo?

O que nos leva a refletir no proximo tema, a autoridade

O erro protestante de rejeitar a autoridade

"Quem vos ouve, a mim ouve; e quem vos rejeita, a mim rejeita; e quem me rejeita, rejeita aquele que me enviou." Lucas 10:16

Esta é a autoridade!

Palavras poderosas dos labios de Jesus Cristo a seus discipulos, os lideres de sua Igreja. Aqueles que escutam a Sua Igreja, escutam a Ele, é o que nos diz Jesus Cristo neste versículo. Igualmente aqueles que não escutam a Sua Igreja, não escutam a Ele. Se te interessar saber qual será o fim daqueles que rejeitam a sua Igreja, vale a pena ler o versiculo Lucas 10:1-15.

A Sagrada Escritura tem muito que dizer sobre a autoridade, quem a tem , quem a exerce e que tão importante é a autoridade central para se compreender a verdade.

De qualquer forma, os protestantes tem rejeitado toda a autoridade consistentemente.

Simplesmente renunciaram ao que nunca puderam ter desde a aurora de sua reforma. E assim vemos que o abandono da autoridade é anti-cristão e anti-biblico. Visto que estes excluem a sua Igreja, não rejeitam também ao mesmo tempo Jesus cristo e com Ele também ao Pai? Lucas 10:16 estipula claramente que é assim.

"Cada qual seja submisso às autoridades constituídas, porque não há autoridade que não venha de Deus; as que existem foram instituídas por Deus. Assim, aquele que resiste à autoridade, opõe-se à ordem estabelecida por Deus; e os que a ela se opõem, atraem sobre si a condenação." Romanos 13: 1-2

"Sede submissos e obedecei aos que vos guiam (pois eles velam por vossas almas e delas devem dar conta). Assim, eles o farão com alegria, e não a gemer, que isto vos seria funesto." Hebreus 13:17

Martinho Lutero e seus outros lideres da Reforma Protestante foram obendientes as demandas destes versículos?

"Se teu irmão tiver pecado contra ti, vai e repreende-o entre ti e ele somente; se te ouvir, terás ganho teu irmão. Se não te escutar, toma contigo uma ou duas pessoas, a fim de que toda a questão se resolva pela decisão de duas ou três testemunhas. Se recusa ouvi-los, dize-o à Igreja. E se recusar ouvir também a Igreja, seja ele para ti como um pagão e um publicano." Mateus 18: 15-17

O que nos diz estes versículos sobre aonde reside a autoridade final? Qual é o nome dessa Igreja, vsto que ainda está conosco? A qual Igreja haviam ido para obedecer o mandato destes versiculos de Jesus Cristo se haviam vividos nos anos 110, ou 450, ou 1025, ou 1490 ? Pode-a nomear?

Existem muitos versículos que nos advertem contra a insubordinação a autoridade ordenada por Deus, a sua assembléia conferida a profetas como Moisés Exodo 3:40 (AT) ou a Sua Igreja aos apostolos Joao 20:21-23 e seus sucessores, Hebreus 13:7-8 ; 13:17 (NT).

Leia também sobre Maria e Aarão quando renegam a autoridade de Moisés em Números 12:1-15.

Números 12: 2 "“Porventura é só por Moisés, diziam eles, que o Senhor fala? Não fala ele também por nós?” E o Senhor ouviu isso."

Deus se enfureceu com este detalhe visto que previamente havia disposto a falar por meio de Sua única e somente figura paterna, seu "vigário" na terra: Moisés. Consequentemente Ele transformou Maria em uma leprosa.

Veja a rebelião de Coré contra a autoridade divina de Moisés, em Números cap. 16, colocando atenção especial ao acontecido a Coré e seus seguidores em Números 16: 31-35.

Seu final e de seus seguidores por dizer o mesmo sobre a autoridade, não é nada desejável.

  • Que pessoa em alguma dessas 35.000 seitas Protestantes tem alguma autoridade?

  • Quem tem toda a autoridade para separar a verdade doutrinal da desgraça do erro?

A Rejeição da autoridade no protestantismo é meramente um mecanismo de defesa. Visto que para iniciar, obviamente sabiam que não a teriam, então resolveram simplismente anulá-la. De qualquer forma, sua refutação a autoridade é altamente anti-cristão e anti-biblico, como foi mostrado.

Para aqueles que dizem seguir somente a Biblia. Como não podem ver isto?

O erro do "Somente a Biblia"

Os protestantes que dizem seguir a Sagrada Escritura literalmente, praticam uma doutrina falsa, mandamentos de homens entitulada Solla Scriptura ou "Somente a Biblia", termo virtualmente desconhecido antes da Reforma do Seculo XVI. Em outras palavras, dizem que a Bíblia é tudo o que querem e necessitam porque contém todo o necessário para a salvação e fora dela é imaterial e simplesmente deve ser descartado e rejeitado segundo eles. Ao aceitar a tão limitada versão sobre a história da salvação se tem ocasionado em um restrito conhecimento da Cristandade. Esta restrição tão limítrofe os expõe a um adquirido erro ainda maior pois para que estes acreditem em algo, tem que ser encontrado antes na Biblia. Desta forma , a mesmíssima doutrina da Solla Scriptura não é encontrada em nenhuma parte da Biblia. Sendo assim, como alguém pode ser praticante de tal doutrina sem ser acusado de hipócrita?

"O Senhor disse: Esse povo vem a mim apenas com palavras e me honra só com os lábios, enquanto seu coração está longe de mim e o temor que ele me testemunha é convencional e rotineiro." Isaias 29:13

"Jesus disse-lhes: Isaías com muita razão profetizou de vós, hipócritas, quando escreveu: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. Em vão, pois, me cultuam, porque ensinam doutrinas e preceitos humanos (29,13)." Marcos 7: 6-7

O fato de que a "regra" da Solla Scriptura não pode ser encontrada nas Escrituras, prova ser somente um mandamento de homens e isto a põe no sentido oposto da Sagrada Escritura e as palavras de Jesus Cristo.

Visto que a Escritura não se auto-autentica, não se auto-ensina, e não se especifica quais livros foram inspirados (Atos 8:30-31, II Pd 3:16). Como podem os protestabtes especificar que livro em suas mãos é de todo inspirado?

A Solla Scriptura foi reprovado nestes exames biblicos. Não é biblico. Certamente tão pouco é historico antes da Reforma Protestante. É impossivel que houvesse existido antes da invenção da imprensa pois não havia muitas biblias disponiveis. É impossivel que tivesse funcionado se 95% do povo era analfabeto. Simplesmente não pode ser, não é e nunca funcionará. O protestantismo fabricou esta falsa doutrina da Solla Scriptura, mandamento de homens, simplesmente porque não lhes restava nada mais com que trabalhar.

O erro protestante da infinita separação do Corpo de Cristo

Os erros do "regulamento da opinião pessoal", do "Espirito Santo me inspira", "Solla Scriptura" e a "Rejeiçao da autoridade", resultam no caos, confusão e divisão no Unico Corpo de Cristo.

Em onde existem regras criadas por milhões de opiniões pessoais, só pode haver o caos.

Em onde todos e cada um pensam estar corretos porque o "Espirito Santo me inspirou", é certo que os três espiritos estão intervindo. Será possivel definir qual destes três espirito esta agindo?

Quando todos praticam a Solla Scriptura, se limitam somente as Escrituras e de novo as opiniões pessoais entram em quadro. Qual opinião é aceitavel?

Em onde não existe autoridade outorgada divinamente e as disputas entre os membros não podem ser solucionadas amigavelmente, os grupos de opiniões pessoais se fragmentam criando assim mais divisões. Precisamente por isso Jesus Cristo fundou somente uma Igreja educadora dando-lhe Sua autoridade (Mateus 18: 17-19) para resolver controvérsias, as quais as escrituras anuncia que surgiriam inevitavelmente (I Corintios 11:19).

Em onde existe a autoridade divina, um debate se soluciona por seu corpo autorizado.

Em onde não existe a autoridade divina, os problemas não se solucionam. Os de opinião opostas simplesmente se separam e formam novas seitas. Isto comprova a razão principal da existencia atual de mais de 35.000 frações do protestantismo, além da sua separação do Corpo de Cristo.

Quando Martinho Lutero sergiu separando-se da Igreja fundada por Jesus Cristo, em existência a quase 1500 anos e seguindo sua linha de Papas desde São Pedro, a Igreja estava em seu 218º Papa. Lutero criou a primeira afiliação protestante. Era o ano de 1521. E não o fazia sozinho, imediatamente ele e Tomaz Münzer tiveram uma "diferença de opiniões" e Múnzer se desligou de Lutero para formar o segundo grupo Protestante também em 1521. As frações no protestantismo iniciaram e continuam com uma marcha atroz até nossos dias. No ano de 1600 ja haviam 100 rupturas. Em 1900 havia mais de 1.000 rupturas. Hoje mais de 35.000 divisões (ano base 2002) em todo o Protestantismo e não vemos o fim desta divisão sem fim.

"Então estaria Cristo dividido?" I Corintios 1:13, em outro versículo mais, ignorado pelos protestantes. Esta é a herança que se recebe como "premio" da regra das "opiniões pessoais"( proibida pela Sagrada Escritura, insistindo que o "Espirito Santo inspirou" quando Ele não falou):

"Solla Scriptura" que não é biblica e "a rejeição do corpo governante" autorizado, indo contra as palavras da Biblia. (Mateus 18:18 e Hebreus 13:17).

"Quem não esta comigo esta contra Mim, e quem não recolhe comigo, espalha" (Mateus 12:30. Lucas 11:23)

Com mais de 35.000 diferentes seitas protestantes atualemente, quem esta espalhando? É obvio que pelos versiculos enlistados aqui, quem "espalha" esta contra o Recolhedor, Jesus Cristo.

O erro de sair do contexto

Os protestantes tem um mal habito de tirar do contexto a Sagrada Escritura quando tratam de analizar um ponto.

CONTEXTO: A parte de um texto ou declaração que entrelaça a uma palavra ou passagem "Determinando seu significado".

Os protestantes invariavelmente selecionaram um versiculo ou dois das Escrituras no vão intuito de "provar" seu ponto de vista. Se estes esquecerem o texto, circunstantemente sera dado um significado diferente ou usualmente oposto ao versiculo ou frase elegidos. Igualmente acostumam omitir informações chave e ao faze-lo distorcem a verdade.

Alguns exemplos são:

Solla Scriptura: Usam II Tim. 3: 16-17 como justificação para tal doutrina, mas dentro do contexto, estes versiculos mostram um significado totalmente diferente ao que eles propõe.

Não há justificação alguma para a Solla Scriptura nestes versiculos.

Um Mediador: Eles usam I TIm. 2:5 para "provar isto", mas dentro do contexto I Tim 2:1, indica muitos intercessores. A Santissima Virgem Maria é uma intercessora.

Não chamem ninguem de Pai, fora de contexto

Os Irmaos e Irmas do Senhor, fora de contextos

(Vejam a explicação de cada uma destas dentro do site)

Um texto fora de contexto é simplesmente um pre-texto.

O erro de aceitar e refutar a Sagrada Escritura

São apresentados vários vesiculos que são ignorados ou rejeitados pelos protestantes.

Dizem : "Aceitarei este versiculo porque me faz sentir bem e rejeito aquele porque não vai de acordo com o que eu creio". Contradizem assim com seus atos, sua proclamação verbal de seguir as Escrituras ao pé da letra.

Temos aqui uns exemplos dos versículos mais ignorado ou rejeitado pelos Protestantes, mais já mencionado anteriormente:

Mateus 16:18 , Jesus diz que fundou "UMA" Igreja. Não disse Igrejas , não é mesmo?

Mateus 18:15 , A Igreja é a autoridade final.

Porque os Protestantes ser a Biblia a autoridade final?

De onde tiraram isso? Em que parte a Biblia afirma ser a autoridade final?

João 10:16, e haverá UM só rebanho e UM só pastor.

Aonde Jesus diz que se deveria haver mais de 35.000 rebanhos como temos atualmente dentro do Protestantismo?

Lucas 1:48 "e desde agora, todas as gerações me PROCLAMARÃO bem BEM AVENTURADA"

"Desde agora" significa a partir do momento em que o disse.

"Todas a gerações" inclui toda a humanidade, desde o momento em que foi dito até o final dos tempos.

A palavra "me proclamarão" não é uma sugestão e sim um mandato.

"Bem aventurada" significa: "Santa" , "Bendita" , "cheia de graça" , "ditosa".

Em toda correspondencia recebida dos Protestantes (de muitos anos anteriores até o momento) referente a Mãe a Deus, nenhum só protestante chamou-a de bendita. Devo advertir pela segunda vez que este versículo não é uma sugestão e sim um mandato e vindo de Deus.

O Arcanjo Gabriel a chamou de Cheia de Graça em Lucas 1: 28. Os anjos falam por Deus. Isabel a chamou de bendita em Lucas 1:42 e suas palavras surgiram por esta cheia do Espirito Santo. Deus a chamou de Bendita mais de uma vez, então que desculpa tem os protestantes para também não a chamá-la de bendita? E ainda dizem seguir as Escrituras ao Pé da Letra? Caros protestantes se estiverem lendo o artigo, vocês a chamam de bendita? Não? Então porque desobedecem as Escrituras?

João 6:53 "Então Jesus lhes disse: Em verdade, em verdade vos digo: se não comerdes a carne do Filho do Homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós mesmos."

Mandou Ele comer e beber um simbolo de Seu Corpo e Seu Sangue? O que significa "em verdade em verade vos digo"? Ja esclarecemos anteriormente que a verdade é uma pessoa. A pessoa de Jesus Cristo. Quando surgiu a palavra "Verdade" Ele mesmo disse "em verdade", duas vezes neste versículo, isso é um indício de frase simbolica ou uma realidade? "Em verdade em verdade" crê na "Verdade" que Ele mesmo disse aqui?

Ou talvez esta certos um desses em Joao 6:66 que resiste a crer n'Ele caminhando para o lado oposto e abandonando a Sua verdade? Notou a conexão com o número 666 neste versículo?

Que pena que os protestantes não observam as conexões de tipologia entre o Antigo e o Novo Testamento ! Os hebreus e os judeus "simbolicamente" sacrificaram animais? Ou de fato, realmente sacrificaram animais verdadeiros? No livro dos Leviticos se podera encontrar a resposta.

I Corintios 10:16 "O cálice de bênção, que benzemos, não é a comunhão do sangue de Cristo? E o pão, que partimos, não é a comunhão do corpo de Cristo?"

Aonde esta o simbolismo neste versículo ou o contexto é o mesmo?

I Corintios 11:29 "Aquele que o come e o bebe SEM DISTINGUIR o corpo do Senhor, come e bebe a sua própria condenação."

Como um mero simbolismo pode causar condenação?

Malaquias 1:11 "Porque, do nascente ao poente, meu nome é grande entre as nações e em todo lugar se oferecem ao meu nome o incenso, sacrifícios e oblações puras. Sim, grande é o meu nome entre as nações - diz o Senhor dos exércitos."

Quantas seitas Protestantes oferecem sacrificio no total ? Menos diariamente!

Mateus 28: 19-20 diz que Jesus Cristo estara com sua Igreja todos os dias até o final dos tempos. Este tema se repete em Efésios 3:21 e em Joao 14:16. Então porque os Protestantes insistem dizer que a Igreja que Jesus Cristo fundou apostatou da verdade em um tempo específico depois de morrer o primeiro apostolo? Ao afirmarem isso, nao estariam chamado a Cristo de mentiroso?

"Aquele que não crê em Deus, o faz mentiroso" I Joao 5: 10

Existem mais de 50 versículos na Biblia que menciona o inferno. Mateus 23:33, Marcos 9:43 e Lucas 10:15 são três exemplos. Ainda assim, algumas seitas protestantes negam sua existencia.

Imaginou quanto mais espaço na Sagrada Escritura cobrem estes 50 versiculos e a esta altura é facil observar que grande parte da mesma é negada por eles.

I Corintios 11:22 nos adverte não depreciar a Igreja de Deus.

"Porventura não tendes casa onde comer e beber? Ou menosprezais a Igreja de Deus, e quereis envergonhar aqueles que nada têm? Que vos direi? Devo louvar-vos? Não! Nisto não vos louvo..."

Mas adiante te mostrarei como as seitas protestantes depreciam de fato da Igreja de Deus caluniando-a e levantando falsos testemunhos contra Ela.

Temos aqui outro versículo muito ignorado, dentro da mesma linha.

"Não vos torneis causa de escândalo, nem para os judeus, nem para os gentios, nem para a Igreja de Deus." I Corintios 10:32

Ao longo deste artigo vamos enlistar mais uma serie de versiculos que são ignorados pelos protestantes

O erro de dizer "Uma vez salvo, sempre salvo"

És salvo? Típica pergunta dos protestantes. Quem que que pense que esta automaticamente "salvo" simplesmente por declarar que Jesus é seu Senhor e Salvador esta totalmente mal-interpretando a Sagrada Escritura, comentendo ao mesmo tempo um pecado de presunção. Somente Deus sabe quem será "salvo" e quem não será. Nenhuma criatura humana pode declarar-se por si mesma "salva". Esta doutrina falsa é fabricação do Protestantismo e não pode ser encontrada nem nenhum lugar antes da Reforma Protestante.

A salvação é um processo constante através da vida como a Sagrada Escritura nos tem dito claramente. Leia Corintios 13, que nos diz que devemos ter fé, esperança e caridade (13). Se somos automaticamente "salvos" , entao, qual é o proposito da esperança?

Solla Fide , ou "salvo somente pela fé" é o ensinada por muitos protestantes. De qualquer forma, essa doutrina, falsa e humana não pode ser encontrada na Biblia. De fato, o único lugar na Biblia inteira aonde encontramos a palavra "" e "somente" juntas são em Tiago 2:24 e diz:

"Vedes como o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé?"

Este versículo foi uma espinha na garganta para Martinho Lutero. Que chamou a Epistola de São Tiago de "Epistola de Palha", significando assim que mereceria ser queimada, querendo removê-la da Sagrada Escritura.

Devia ter sido uma vergonha para ele, posto que se atraveu a adicionar a palavra "somente" em Romanos 3:28 em sua tradução para a biblia em Alemão, com o fim de apoiar sua falsa doutrina de "justificação somente pela fé".

São Tiago 2:24 é totalmente ignorado e desdenhado por muitos protestantes.

Joao 15:14 "Vós sois meus amigos, se fazeis o que vos mando."

Filipenses 2:12 "Assim, meus caríssimos, vós que sempre fostes obedientes, TRABALHAI na vossa salvação com temor e tremor"

Para aqueles que pensam sem "salvos" somente pelá fé, como podem sempre ignorar estes versiculos?

Ambos dizem claramente que as obras são necessárias e sem elas não é amigo de Jesus.

Igualmente ignoram grande parte de Mateus 25 referente ao juizo final. Leia os versiculos do 31 a 46 cuidadosamente, como falou Jesus sobre o juizo dos grupos, as ovelhas e cabritos.

Note que os dois grupos creram, mais somente um grupo trabalhou e se esse foi ao das ovelhas, foi as ovelhas que seriam salvas.

Assegure-se de ler os versiculos 41-46, pode-se descobrir ali aonde viveriam eternamente as cabras que creram mais não trabalharam?

As cabras que também creran foram salvas somente por crêr sem trabalhar?

Aqueles que praticam a doutrina do "uma vez salvo sempre salvo" querem fazernos crer que assim o foram.

O erro de buscar igreja por conveniência

Em meu jornal apareceu um artigo sobre uma mulher que tem buscado durante muito tempo uma igreja que "encaixe" com seus crenças.

Ah, Perdão!!!! Suas Crenças???

Não estária equivocada? Devemos buscar uma igreja que tenha a verdade objetiva, não uma que se conforme com a nossa verdade individual e subjetiva. Devemos nos acomodar a vontade de Deus e não as nossas opiniões pessoas e crenças.

Essa mulher caiu na mentalidade de que "se me sinto bem está bem pra mim"

Os protestantes elegem suas igrejas por todas as razões equivocadas e quero expor algumas delas:

  • 1. Esta tem um melhor cuidado infantil enquanto eu estou em serviço.

    Sim, mas Jesus pediu que deixassem as crianças ir a Ele, Mateus 19:13-15. Como podem faze-lo se não os levamos aos serviços?

  • 2. Eu gosto mais da musica nesta outra igreja.

    Sim mas não se pode cantar teu caminho para o céu.

  • 3. A minha tem uma melhor classe de "evangelização".

    Sim, mais somente se ensinar a verdade.

  • 4. Eu gosto do "pastor" da minha igreja.

    Sim, mas existem muitos "pastores" agradaveis em todo lugar.

  • 5. Desfruto de muitas amizades.

    Sim, mais Deus vem antes das amizades.

  • 6. Suas doutrinas são mais comodas, pois se casam com as minhas crenças.

    Preciso dizer algo mais?

  • 7. As coisas incomodas como a existencia do inferno e outros temas não são mencionados.

    Algumas vezes a verdade dói, mas a verdade não pode ser coibida Romanos 1:18

  • 8. Não é autoritaria e é rigidamente estruturada

    Sim, mas a ausência da autoridade respira caos, como ja temos visto no Protestantismo.

  • 9. Acreditem ou não, eu tenho escutado "eu gosto da minha igreja porque é mais facil de sair do estacionamento".

    O que você acha desta afirmação?

  • 10. Também está o erro da heresia do indiferencialismo, a falsa crença de que todas as religiões são iguailmente validas. Portanto, não importa em qual frequente, escolherei a mais proxima.

    A unica razão valida para eleger uma igreja, é encontrar a verdadeira e unica Igreja, a que nosso Senhor Deus, Jesus Cristo fundou. Não devemos trabalhar em vão nessas igrejas que não foram fundadas por Deus , senão por criaturas meramente humanas, como o adverte claramente Salmos 127:1.

O erro de ingressar em igreja baseando-se em sentimentos

[Sentimentos: Opiniões baseadas mais em emoções do que a razão]

Deus deseja exatamente o oposto, a verdade baseada na razão em lugar da emoção.

Através da "Razão" podemos encontrar a verdade. Através da emoção podemos cair no erro.

Quantas vezes não escutamos alguem dizer que não "sente" nada na outra igreja que assiste mas que leva um "nivel emocional muito alto".

Porque esta deve ser a correta ? Aonde na Sagrada Escritura diz que a Igreja fundada por Jesus Cristo esta baseada em sentimentos e emoções? Sua verdade esta baseada em verdade e fé ou em hiper-emoções?

Muitas seitas deliberadamente esboçam seus serviços para fazer isto, despertar os sentimentos para poder ganhar terreno emocional. Até porque sentem que devem fazer algo diferente para poder sobresair do amontado de milhares de seitas e ganhar assim uma maior audiência. Pois é, e um maior audiência significa uma maior entrada monetaria em seus caixas.

O atual estado mental de muitas pessoas, independetemente da verdade é:

"Naquele tempo não havia rei em Israel, e cada um fazia o que lhe parecia melhor." Juizes 21:25

Assim não é Deus, pois a Deus não lhe interessa as opiniões dos homens (Marcos 12:14)

O erro de caluniar os catolicos e a Igreja Católica

Na Reforma Protestante do século XVI, os transgressores perderam toda a autoridade dada por Deus a Sua única Igreja como ja foi explicado. Visto que ao rejeita-la não tinham autoridade de nenhuma forma, não puderam tãopouco recorrer a Tradição Apostolica como mostra II Tessaloniscensses 2:15, igualmente recusaram. Portanto, ai estiveram, desprovidos de toda a autoridade e 1500 anos de Tradição, desolados e sem forma alguma de conseguir delinear sua herança ascendente até Jesus Cristo. O que podia fazer para se justificarem, visto que se haviam separados da Igreja Catolica? Recorreram em calunia-la e infernizá-la igualmente aos fieis catolicos. Se fosse possivel demonstrar (o que não é) que a Igreja Catolica era de satanas, possivelmente haveriam encontrado uma justificação válida para suas ações.

Falaram miseravelmente porque tiveram que "inventar" acusações que simplesmente não foram verdadeiros.

Nunca entenderam que pode provar uma verdade mas somente os crédulos e mal informados aceitaram a mentira. Em seguida tambem criaram algumas "invenções" anticatolicas, as mesmas que tem fracassado...

  • 1. O Papa e o papado é a "babilonia" do Apocalipse 17:18

    Esta mentira foi primeiramente promovida por Martinho Lutero em sua linguagem acusatória contra a Igreja Catolica.

    É uma fabricação total, como mostro na Sagrada Escritura no artigo anterior sobre Lutero. A Sagrada Escritua nos diz que a "Grande Babilonia" é uma "Grande Cidade" e não é Roma, senão Jerusalém.

  • 2. O Papa é a "besta do Apocalipse" e a "prostituta" é a Igreja Catolica.

    Os inventores desta nota diabolica foram negligentes em por a atenção na passagem da Sagrada Escritura.

    Veja Apocalipse 17:15-16

    "O anjo me disse: As águas que viste, à beira das quais a Prostituta se assenta, são povos e multidões, nações e línguas. Os dez chifres que viste, ' assim como a Fera, odiarão a Prostituta. Hão de despojá-la e desnudá-la. Hão de comer-lhe as carnes e a queimarão ao fogo.'"

    Visto que a Prostituta é Jerusalem como é mostrado no artigo sobre Lutero, então a "besta" que odeia Jerusalem e a destroi com fogo, somente pode ser o tirano Imperio Romano que odiou os judeus e a Jerusalém, destruindo-a de fato com fogo no ano de 70 d.C.

    Agora bem, se a besta fosse o Papa, Porque ele odiaria a prostituta, sua propria insitituição? Por ele destruiria a si mesmo? Satanas destroi a satanas?

    Em Lucas 11:18, Jesus diz:

    "Se, pois, Satanás está dividido contra si mesmo, como subsistirá o seu reino? Pois dizeis que expulso os demônios por Beelzebul."

  • 3. A Igreja Catolica foi fundada pelo Imperador Romano Constantino no século IV.

    Falso. Constantino não fundou igreja nenhuma, simplesmente permitiu que o Cristianismo existisse sem a perseguição do Imperio Romano, como o disse claramente em seu "Edito de Milão".

    Nenhum Protestante pode produzir um só documento historico autentico que "prove" esta falsa acusação.

  • 4. A Igreja Catolica é um extensão do Paganismo.

    Outra mentira , visto que cada igreja protestante tem alguém por fundador, e nenhum protestante pode dispor do nome da Igreja Católica, a menos que aceitem admitir a verdade, que foi Jesus Cristo mesmo quem a fundou.

    Qual a melhor forma teria de ser obediente de ser obediente ao mandato de Jesus Cristo de converter o mundo inteiro (Mt. 28:19-20 e Atos 1:8), que situando a mesma Igreja em Roma, o próprio centro do paganismo? E Justamente o que passou depois de algumas centenas de anos?

    O endemoniado Império Romano sucumbiu e a Roma pagã se converteu ao Cristianismo. Este é um fato histórico inegável.

  • 5. Os Católicos vão para o inferno.

    Veremos, para começar, aqui exponho varios versículos ignorados pelos mesmos que fazem semelhante acusação.

    Mateus 7:1 "Não julgueis para que não sejas julgados".

    Lucas 6: 37 "Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados"

    Romanos 14: 13 "Deixemos, pois, de nos julgar uns aos outros; antes, cuidai em não pôr um tropeço diante do vosso irmão ou dar-lhe ocasião de queda."

    Tiago 4:11 "Meus irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de seu irmão, ou o julga, fala mal da lei e julga a lei. E se julgas a lei, já não és observador da lei, mas seu juiz."

    Como é que aqueles que promovem mentiras e calunias a Igreja Católica nunca tem nenhum documento histórico fidedigno para "provar" suas falsas acusações? Durante os anos que tenho pedido, não recebi nem um.

    Porque os catolicos se podem dispor de documentos historicos, que os protestantes recusam-se a ler e os protestantes não podem mostrar quando solicitados? A razão de sua falta de "evidencia" certamente é que a mentira não pode ser "provada".

    Eu sugiro abrir sua biblia e ler apocalipse 21:27

    Aqueles que perserguem a Igreja Católica, perseguem mesmo a Jesus visto que a Igreja é seu corpo (Efesios 1:22-23), independetemente do que os protestantes aceitem crer ou não.

    Em Atos 7:54 e 8:1-3, Saúl havia perseguido a Igreja fundada por Jesus Cristo (Atos 8:3) e em Atos 9:4. Jesus Cristo diz:

    "Saul, Saul porque me persegues?"

    Poderia ser dito, "Porque persegues minha Igreja?"

    "Mas estes, quais brutos destinados pela lei natural para a presa e para a perdição, injuriam o que ignoram, e assim da mesma forma perecerão. Este será o salário de sua iniqüidade." II Pedro 2:12

    Outro versiculo muito ignorado pelos protestantes que caluniam o Catolicismo.

    "Nada temas, porque estou contigo, não lances olhares desesperados, pois eu sou teu Deus; eu te fortaleço e venho em teu socorro, eu te amparo com minha destra vitoriosa.(ja são 2000 anos) Vão ficar envergonhados e confusos todos aqueles que se revoltaram contra ti ( O protestantismo dividido em 35.000 peças); serão aniquilados (Salmo 127 novamente!!) e destruídos aqueles que te contradizem (os hereges ,caluniadores e mentirosos do passado, presente e futuro" Isaias 41:10-1

O erro protestante de não aceitar a verdade quando lhe é apresentado

As enganosas acusações feitas pelos protestantes contra a Igreja Católica são facilmente comprovadas erradas por muitos diferentes meios ,mesmo que ainda a mentalidade protestante descarte automaticamente qualquer comprovação sem esquadrinhar por eles mesmos.

A Sagrada Escritura tem muitos versículos condenando aqueles que resistem a aceitar a verdade. É uma tripla autocondenação,primeiro por dizer uma mentira, segundo por ignorar estes versiculos e finalmente por não ler e estudar a evidência de seus erros quando apresentados.

1. As acusações de que Pedro não foi o primeiro Papa e que nunca esteve em Roma, são totalmente infundadas, visto a quantidade de registros históricos autênticos constatados desde o primeiro século.

Assim assim, os adeptos a Solla Scriptura recusam toda a historia escrita antes da Rebelião Protestante, como se a história houvesse tido uma parada de 1500 anos, com excessão se estes tivessem como a distorce-la para apoiar suas equivocadas crenças doutrinárias.

"A manifestação do ímpio será acompanhada, graças ao poder de Satanás, de toda a sorte de portentos, sinais e prodígios enganadores. Ele usará de todas as seduções do mal com aqueles que se perdem, por não terem cultivado o amor à verdade que os teria podido salvar. Por isso, Deus lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro. Desse modo, serão julgados e condenados todos os que não deram crédito à verdade, mas consentiram no mal." II Tessaloniscensses 2: 9-12

"Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas." II Timoteo 4: 3-4

"Mas, se tendes no coração um ciúme amargo e gosto pelas contendas, não vos glorieis, nem mintais contra a verdade." São Tiago 3:14

"Quem de vós me acusará de pecado? Se vos falo a verdade, por que me não credes? Quem é de Deus ouve as palavras de Deus, e se vós não as ouvis é porque não sois de Deus." João 8: 46-47

"Se não vos receberem e não ouvirem vossas palavras, quando sairdes daquela casa ou daquela cidade, sacudi até mesmo o pó de vossos pés. Em verdade vos digo: no dia do juízo haverá mais indulgência com Sodoma e Gomorra que com aquela cidade." Mateus 10: 14-15

Me vejo forçado a concluir que os Protestantes não estão interessados em encontrar a verdade, somente estão interessados em suas proprias agendas.

As mentes fechadas estão fechadas para a verdade. Estar fechado a verdade é estar fechado a Ele que é a verdade e a Sua palavra.

Esta observação nos leva ao tema: O ERRO PROTESTANTE DE TER UMA MENTALIDADE FECHADA.

O erro protestante de rejeitar a maioria dos Sacramentos

A maioria das seitas protestante tem somente dois sacramentos.

Não explicitarei aqui o que eles rejeitam, mas mencionarei o sacramento do matrimonio.

A união de um homem e uma mulher em matrimonio é um ato Sagrado, visto que não é feito somente entre eles mas em trio cooperativo com Deus. A Sagrada Escritura é clara ao dizer que a união é para sempre, sem ser quebrada por caprichos e enganos. De qualquer forma, as seitas protestantes consistem no divorcio ignorando mais ainda a Sagrada Escritura.

"Por isso o homem deixa o seu pai e sua mãe para se unir à sua mulher; e já não são mais que uma só carne." (Genesis 2:24)

Porque os protestantes dividem a "Uma Só Carne" pelo meio do divórcio?

Até porque é Anti-Deus e Anti-Biblia.

Um matrimonio valido aos olhos de Deus é indivisivel:

"Os fariseus vieram perguntar-lhe para pô-lo à prova: É permitido a um homem rejeitar sua mulher por um motivo qualquer? Respondeu-lhes Jesus: Não lestes que o Criador, no começo, fez o homem e a mulher e disse: Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher; e os dois formarão uma só carne? Assim, já não são dois, mas uma só carne. Portanto, não separe o homem o que Deus uniu." Mateus 19: 3-6

Se o "Um Só Corpo" é dividido pelo homem, o que resta? Duas metades separadas?

Interpretando textuamente a Sagrada Escritura com a mentalidade Protestante, é isso que restará. De qualquer forma, aos olhos de Deus, os dois ainda estão casados até que a morte os separe.

Nota do autor do site:

Um exemplo claro do que disse Bob S. acima é o caso da Vice- Governadora e que depois chegou a governar alguns meses o estado do Rio de Janeiro que saiu da seita onde "congregava" e passou a "congregar" em outra porque queria viver com um homem casado e a seita anterior não aceitava segundas núpcias. Não houve problema algum; ela passou a "congregar" em uma seita que aceitava, em uma seita onde as "verdades" pessoais da maior parte dos membros não condenavam segundas núpcias. A seita original ("Assembléia de Deus") não a condenou; para eles ela continua sendo uma "evangélica", mesmo "congregando" alhures.

Realmente os protestantes fieis a Biblia mostram desconhecer ou nao querer segui-la como dizem fazer, nao é?

O erro protestante da Hipocrisia

Os protestante negaram o Purgatorio porque não podem encontrar a palavra na Biblia ainda que a doutrina é a mesma que está na Biblia.

Porque então, a maioria deles crê na Trindade quando esta palavra muito menos esta na Biblia?

Hipocrisia?

Os protestantes dizem que se não está na Biblia não acreditarão.... Solla Scriptura.

Simplesmente por se tratar de Solla Scriptura, nem eu e nem eles, e nada mais pode encontrar as palavras da doutrina da Solla Scriptura em nenhuma parte da Biblia.

Como podem crer nesta doutrina se nem sequer podem encontra-la na Sagrada Escritura?

Isso não é ser hipocrita, especialmente neste tema?

Os Protestantes declaram que a Igreja Catolica é corrupta, ao mesmo tempo proclamam que a Biblia é infalivel. De qualquer forma, é um resultado inevitavel, comprovado pelos fatos historicos que a Biblia certamente nos chegou as maos pela Igreja Catolica. Portanto estão eles dispostos a admitir que a Igreja Corrupta lhes teve que haver dado uma Biblia corrupta? Ou por outro lado, estão dispostos a admitir que teve que ter sido uma Igreja Infalivel, a mesma que proporcionou uma Biblia Infalivel?

De que modo deve ser, uma Igreja Corrupta e uma Biblia Corrupta ou uma Igreja Infalivel e uma Biblia Infalivel?

Porque os protestantes aceitam a decisao infalivel feita pelos bispos nos Concilios da Igreja Catolica para estabelecer um canom do Novo Testamento, enquanto ao mesmo tempo negam as decisoes feitas pelos mesmo Concilio e Bispos para estabelecer o canom do Antigo Testamento?

Hipocrisia?

Porque os protestantes constantemente se dividem formando novas seitas quando não existe versiculos na biblia que autoriza fazer isso? A Escritura tem muito versiculos falando de Unidade no Cristianismo e adverte os divisorios (I Corintios 1: 10-13 e I Timoteo 6:3-5). Não é divisão ter mais de 35.000 seitas protestante cada uma pregando diferente da outra?

Não são hipocrisia esta separação sem fim para os supostos adeptos a somente Biblia?

Porque algumas seitas protestante negam que a Igreja Catolica é mencionada na Biblia e depois acusam a Igreja dizendo que é mencionada como a Grande Babilonia e a besta do 666?

Coisa curiosa, capitalizando o sua de sua doutrina da solla scriptura e pondo-a em pratica, simplesmente não encontro tal relação a Igreja Catolica na escritura, mas não me surpreende, visto que eles fabricaram centenas destas e muitos menos eles poderao encontrar.

Ah sim, Solla Scriptura, invençao Humana e falsa do protestantismo trabalhando mais frequentemente contra do que pensem que trabalha em seus proveitos.

Não é prova de que estão sendo hipocritas?

O erro da mentira Protestante

"Os tíbios, os infiéis, os depravados, os homicidas, os impuros, os maléficos, os idólatras e todos os mentirosos terão como quinhão o tanque ardente de fogo e enxofre, a segunda morte." Apocalipse 21:8

Ignorado por todos os mentirosos. Ler tambem Apocalipse 21:27

É um fato que Jesus fundou somente Uma Igreja.

  • 1. Porque então os protestante ignoram continuando a divisão do Corpo de Cristo?

  • 2. Não existe um protestante que possa remontar sua Igreja antes da Reforma Protestante do Século XVI.

    Em primeiro lugar aonde que tiram tal versiculo que os autorize a separar-se da primeira Igreja?

  • 3. Nenhum protestante pode mostrar que sua igreja foi fundada por Jesus cristo e a escritura diz que há somente Uma Igreja, fundada por Deus. (Salmos 127:1 , Mateus 16:18

  • 4. Eles negam que a Igreja Catolica é a mesma que Jesus instituiu e ao mesmo tempo não podem denominar qual foi então dirigida em seu lugar. Não é estranho que a Escritura tenha dito que a Igreja de Cristo perdurará para sempre (Isaias 2:2 , Isaias 59:21, Mateus 28:20, Efesios 3:21) e assim os protestantes se recusam a denomina-la?

    Se a Sagrada Escritura pode-se crer nela num todo. Porque negam em denominar a Unica Igreja de Deus?

  • 5. Não podem denominar a pessoa que instituiu a Igreja Catolica negando ao mesmo tempo que foi Jesus cristo. também é isso estranho, visto que cada igreja protestante tem alguém como fundador. Porque se negam a denominar o fundador da Igreja Catolica?

    Não é a personaficação da arrogância?

  • 6. Porque promovem a mentra de que a Igreja Catolica apostatou logo que morreu o ultimo apostolo? Porque a Igreja atual não é a Igreja fundada por Jesus Cristo?

    Esta mentira bate de frente a Mateus 16:18, os protestante deveriam então admitir que as "portas do inferno" prevaleveram, que a Biblia errou e que todos os versícuos previamente expostos que prometem a perpetuidade da Igreja de Cristo também estão errados.

    Esta mentira chamada "Grande Apostasia" é magnificada a potencia maxima visto que nenhum protestante pode produzir um só documento historico e veridico que tenha registrado "evento monumental agitando o universo". Cada autor que vivia naquele tempo teve que ter sido testemunha do suposto "profundo acontecimento" e aqueles que viveram desde então (ate a Reforma) muito menos escreveram a respeito.

    Como se pode revelar o Corpo de Cristo abandonando a sua cabeça? São eternamente inseparaveis.

    "As mulheres sejam submissas a seus maridos, como ao Senhor, pois o marido é o chefe da mulher, como Cristo é o chefe da Igreja, seu corpo, da qual ele é o Salvador." Efesios 5: 22-23

    De acordo protestante. Expliquem este versiculo? Realmente Cristo é o salvador de Seu Corpo, mas sera que por durante 1517 anos o abandonou como os Protestante querem que cremos? A Biblia esta equivocada novamente e os protestantes correto?

    Vamos crer em sua mentira protestante, ou a verdade da palavra de Deus?

    Se lembram da historia do Joio e do trigo em que ambos coexistiam até o mesmo final, quando serão separados e queimados o Joio (Mateus 13: 24-30)?

    "Em primeiro lugar, ouço dizer que, quando se reúne a vossa assembléia, há desarmonias entre vós. (E em parte eu acredito. É necessário que entre vós haja partidos para que possam manifestar-se os que são realmente virtuosos.).” I Corintios 11:18-19

    em outra tradução:

    "Pois, em primeiro lugar, ouco dizer que quando se reunem como igreja há divisões entre vocês e em parte eu acredito. Sem dúvida tem que haver grupos sectarios entre voces para se demonstre quem contam com a aprovação de Deus" I Corintios 11:18-19

    Deste versiculo temos o exemplo perfeito da apostasia individual dentro da Igreja: aqueles que causam divisões e frações. Agora o que é explicado em muitos paragrafos deste artigo, quem é o causante das divisões e das frações?

    Nada mais que o Protestantismo que ate agora tem criado mais de 35.000 divisões e frações, mesmo numero que incrementa incesantemente atraves das semanas, incluindo dia a dia.

    Quem são os "aprovados de Deus entre vocês" ?

    São os fieis da única Igreja instituida por Jesus Cristo mesma que ainda esta conosco a 2000 anos depois de tanta perguição. Vale a pena ler atos 5: 38-39 para encontrar a razão desta longevidade.

    Para aqueles que continuam promovendo a mentira da chamada e não existente "grande apostasia" , por favor leiam apocalipse 21:8 e aventurem-se em explicar Efesios 5: 23-24.

  • 7. Quantos versiculos foram apresentados nestes artigos que são ignorados pelos protestantes? Por acaso não é mentira dizer que segue a Sagrada Escritura literalmente ao pé da letra, ignorando tantos versiculos?

  • 8. Porque os protestante que tomam a Biblia textualmente deixa de lado o capitulo 6 de Joaoa, a que chamam de "simbolico" ? Somente um capitulo em toda a Biblia é simbolico? Como isso é possivel?

  • 9. Como podem os protestante dizer que a Solla Scriptura é usada desde o primeiro dia quando durante 1400 anos não havia biblia disponivel e acessivel e ainda que houvesse tido (hipoteticamente) de que adiantaria se a grande maioria era analfabeta?

  • 10. Aonde na Sagrada Escritura que Jesus deu instruções de que a fé Cristã tinha de ser baseada somente em um conjunto de livros? Que tal a mesma pergunta mas em vez de Jesus propondo os apostolos?

  • 11. Porque os protestantes dizem que a Biblia é a Coluna e o Fundamento da verdade quando a Biblia diz claramente que é a Igreja (I Tim 3:15)? Por favor algum protestante pode me dar o nome dessa Igreja?

  • 12. Os protestantes recusam a Tradição Apostolica quando a Biblia diz claramente:

    II Tessaloniscensse 2:15 = "conservai as TRADICOES que aprendestes, seja por nossas PALAVRAS ou por nossas cartas"

    Outro versiculo ignorado pelos protestantes.

  • 13. Porque os protestantes negam que a Biblia vem da Igreja Catolica quando não podem denominar ao menos uma verdadeira e provavel fonte alternativa?

    Quando existem literalmente centenas de documetos historicos fidedignos comprovando que estão equivocados nesta negação.

  • 14. Os protestantes negam que a Pedro foi dado a primazia em Mateus 16:18. Nada na Biblia é feito sem ter algum proposito. Qua foi o proposito de Jesus ao mudar o nome de Simao para Pedro?

  • 15. Porque os protestantes negam que o Papado é Biblico , quando de fato é muito biblico?

  • 16. Porque os protestante não tem como prover um documento historico legitimo para "prova" suas falsas denuncias? E porque?

    A mentira nunca pode ser provada não é verdade?

    É simples, se não tem verdade, então não tem como provar.

    Nós Catolicos sim podemos e fazemos oferecendo documentos historicos veridicos que provam os ensinamentos de Nossa Igreja.

    Porque os protestantes nao querem ou nunca lêem estes documentos? Romanos 1:18, Romanos 2:8

  • 17. Porque os protestante refutam a linha direta de sucessão dos Papas atraves dos séculos desde São Pedro até o presente Papa, quando a Igreja Católica tem dado acesso livre a qualquer que queria invstigar e comprovar esta verdade com documentos fidedignos?

    Mas os protestantes se negam a lê-los. Essa informação se localize em qualquer enciclopedia secular.

  • 18. Porque os protestante impugam a Igreja Catolica existe desde o primeiro seculo, quando centenas de documentos historicos assim o verificam, escritos por homens e mulheres santos virtuosos, disponiveis gratuitamente para provar suas falsas acusações?

    "Porque não há nada oculto que não venha a descobrir-se, e nada há escondido que não venha a ser conhecido." Lucas 12:2

    "E assim como se recolhe o joio para jogá-lo no fogo, assim será no fim do mundo. O Filho do Homem enviará seus anjos, que retirarão de seu Reino todos os escândalos e todos os que fazem o mal e os lançarão na fornalha ardente, onde haverá choro e ranger de dentes. Então, no Reino de seu Pai, os justos resplandecerão como o sol. Aquele que tem ouvidos, ouça." Mateus 13: 40-43

    "Fazei todas as coisas sem murmurações nem críticas, a fim de serdes irrepreensíveis e inocentes, filhos de Deus íntegros no meio de uma sociedade depravada e maliciosa, onde brilhais como luzeiros no mundo." Filipenses 2: 14-15

    De qualquer forma, quem se negar a reconhecer a verdade na vida sera forçado a confronta-la na morte

    Mas para então já sera muito tarde. Não é assim? Porque nesses momento do tempo, o Deus da Misericordia repentinamente sera o Deus da justiça.

    Galatas 4:16?


www.Igreja-Catolica.com
DVDs e Livros Gratis!
FREE DVDs & VIDEOS
WATCH & DOWNLOAD ALL OUR DVDs & VIDEOS FOR FREE!
Sitemap